Miguel Leão - PI

Ex-prefeito Joel de Lima vira réu por aplicação irregular de recursos

A decisão do juiz federal Francisco Hélio Camelo Ferreira, da 1ª Vara Federal, é de 25 de maio deste ano.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz federal Francisco Hélio Camelo Ferreira, da 1ª Vara Federal, recebeu denúncia contra o ex-prefeito de Miguel Leão, Joel de Lima, o Professor Joel, acusado de aplicação irregular de recursos públicos. A decisão é de 25 de maio deste ano.

Segundo denúncia do Ministério Público Federal, o então prefeito aplicou indevidamente recursos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (FUNDEB), nos meses de fevereiro e março de 2013 ao autorizar o pagamento de 06 servidores que não prestaram serviço na rede municipal de ensino com recursos do referido fundo.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Joel de Lima, Prefeito de Miguel Leão Joel de Lima

Notificado para apresentar defesa prévia, o ex-prefeito não a fez.

Na decisão, o magistrado destacou que os documentos constantes nos autos evidenciam que há indícios concretos para a admissão da denúncia, “isso porque os documentos demonstram, ao menos em análise perfunctória, que o requerido teria aplicado indevidamente recursos do FUNDEB ao autorizar o pagamento de 06 (seis) servidores que, em tese, não prestaram serviço na rede municipal de ensino”.

Mandato cassado

Reeleito nas eleições de 2016, Professor Joel teve seu mandato cassado, em fevereiro de 2017, juntamente com o vice, Jailson de Lima. Eles foram acusados de abuso de poder político e conduta vedada. Em eleição suplementar realizada em agosto do ano passado, Roberto César de Arêa Leão Nascimento, o “Robertinho” (PR), foi eleito prefeito de Miguel Leão.

Outro lado

O ex-prefeito Professor Joel não foi localizado pelo GP1.