Teresina - PI

Expoapi pode ser adiada após Adapi interditar Parque de Exposições

José Genilson Sobrinho, explicou eu a interdição aconteceu por conta de um animal que foi sacrificado ao ser diagnosticado com a doença mormo.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
Willyam Ricardo
Teresina
- atualizado

A Exposição Agropecuária do Piauí (Expoapi), prevista para o dia 30 de novembro, poderá ser adiada após a interdição do Parque de Exposições Dirceu Arcoverde, localizado na BR – 234 em Teresina.

O presidente da Agência de Defesa Agropecuária do Piauí (Adapi), José Genilson Sobrinho, explicou eu a interdição aconteceu por conta de um animal que foi sacrificado ao ser diagnosticado com a doença mormo, que é infectocontagiosa e pode ser contraída também por humanos.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Genilson Sobrinho Genilson Sobrinho

“A gente interditou o parque de exposição porque um dos animais que por lá passou, deu resultado positivo [para mormo]. A legislação nos orienta que automaticamente a gente interdite todo o local que esse animal passou”, explicou José Genilson Sobrinho.

Ainda de acordo com Genilson Sobrinho, atualmente o Parque de Exposições conta com cerca de 50 animais que passarão por duas rodadas de exames. Após o resultado negativo do primeiro exame, os animais devem passar por outra verificação até 30 dias depois.

Mormo

Mormo ou lamparão é uma doença infectocontagiosa que pode ser transmitida ao homen e outros animais. A doença se manifesta com corrimento nas narinase presença de nódulos subcutâneos nos pulmões dos animais.

NOTÍCIA RELACIONADA

Parte do Hospital Veterinário continua interditado pela Adapi