Saúde

França registra recorde de casos de covid-19 pelo 4º dia seguido

Os novos casos representam um salto muito significativo em relação às 45.422 infecções de sábado e as 42.032 de sexta, e suscitam o receio de um aumento das internações nos próximos dias.

Por  Estadão Conteúdo

A França registrou, neste domingo, 25, o quarto recorde diário consecutivo de infecções por covid-19, com 52.010, o que coloca mais pressão sobre as autoridades para que aumentem as restrições um dia após a extensão do toque de recolher noturno.

A agência de saúde pública francesa disse em site oficial que o limite de 1,1 milhão de infecções já foi ultrapassado desde o início da pandemia, especificamente 1.138.507.

Nas últimas 24 horas, foram registradas 116 mortes por covid-19, um número menor do que as 138 de ontem. Isso significa que oficialmente, desde o início de março, 34.761 pessoas morreram na França por conta da doença.

Os novos casos representam um salto muito significativo em relação às 45.422 infecções de sábado e as 42.032 de sexta, e suscitam o receio de um aumento das internações nos próximos dias, como o governo já previa.

A taxa de teste positivo também subiu para 17%, um ponto percentual acima do dia anterior. Na ausência de atualização dos dados de hospitalização, no sábado, 24, havia 15.660 pacientes internados por coronavírus na França, dos quais 2,5 mil nas UTIs.

Esses números ainda são muito inferiores aos picos registrados em abril durante a primeira onda, quando havia quase 32,3 mil pacientes internados, sendo 7.148 em unidades de terapia intensiva.

Mas o avanço tem sido vertiginosa desde os meses de julho e agosto, quando o número de pessoas hospitalizadas caiu para menos de 5 mil e o número de UTIs ocupadas para menos de 400.

Mais conteúdo sobre: