Economia e Negócios

Governo Federal adere à iniciativa dos EUA contra 5G chinês

Anúncio da adesão ao programa 'Rede Limpa' ocorreu numa declaração à imprensa no Palácio Itamaraty, em que Trump e Bolsonaro não foram citados.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

O governo Jair Bolsonaro aderiu nesta terça-feira, dia 10, ao programa dos Estados Unidos contra o avanço da China na tecnologia 5G. O governo brasileiro anunciou o apoio à iniciativa Clean Network (Rede Limpa, em português), lançada pelo governo Donald Trump.

O anúncio ocorreu numa declaração à imprensa no Palácio Itamaraty. A cerimônia foi conduzida pelo secretário de Crescimento Econômico, Energia e Meio Ambiente do Departamento de Estado dos Estados Unidos, Keith Krach, e pelo secretário de Negociações Bilaterais e Regionais nas Américas, embaixador Pedro Miguel da Costa e Silva.

“O Brasil apoia os princípios propostos no Clean Network dos Estados Unidos”, disse o embaixador Costa e Silva.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Operadoras anunciam primeira experiência da internet móvel 5G no Brasil

Anatel aprova abertura de consulta pública para edital do 5G

Governo Federal prorroga prazo para renovação de contratos do Fies