Teresina - PI

Graça Amorim diz que Jeová faz críticas a Firmino com foco nas eleições

“Agora, nós estamos nos aproximando do período eleitoral, nós sabemos que essas críticas serão constantes. Muitas delas não têm construção nenhuma, simplesmente para criticar", afirmou a vereadora.

Willyam Ricardo
Teresina
Germana Chaves
Teresina
Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

A vereadora Graça Amorim (sem partido) afirmou na manhã dessa quarta-feira (4) que as críticas do presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar, ao transporte coletivo de Teresina tem cunho político visando as eleições do próximo ano. Ela afirmou que muitas críticas não têm fundamento e que o prefeito Firmino Filho (PSDB) tem feito melhorias.

Jeová tem feito críticas constantes à gestão de Firmino, principalmente em relação ao transporte coletivo. Ele estuda até mesmo entrar na Justiça para pedir a suspensão da licitação das linhas de ônibus da capital. Na terça-feira (3) o presidente da Câmara gravou um vídeo, que tem circulado nas redes sociais, onde ele mostra os problemas das paradas de ônibus, como a falta de energia.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vereadora Graça AmorimVereadora Graça Amorim

Graça Amorim, líder do prefeito na Câmara Municipal, afirmou que alguns dos problemas apresentados por Jeová não são de responsabilidade da prefeitura. “Falta de energia não é responsabilidade da prefeitura, é responsabilidade da Equatorial, que é quem fornece a energia. Agora se fosse outro problema, não tem energia porque não tem uma lâmpada, sempre quando tem esses episódios, obviamente, se adota as providências possíveis", afirmou.

A vereadora disse ainda que essas críticas possuem cunho político, visando as eleições do próximo ano. "Nós estamos nos aproximando do período eleitoral, nós sabemos que essas críticas serão constantes. Muitas delas não têm construção nenhuma, simplesmente para criticar”, destacou a vereadora.

Graça Amorim ainda destacou que o prefeito tem feito melhorias. “Todo mundo sabe do investimento que a prefeitura tem feito no sistema de transporte coletivo da cidade, melhorando cada vez mais. Agora mesmo, a prefeitura vai contratar mais de 300 guardas municipais, com o objetivo de dar mais segurança as pessoas, nas paradas de ônibus, nos terminais de integração, nas praças. Então, é uma crítica feita, simplesmente, pela aproximação do período eleitoral”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Jeová Alencar volta a criticar o transporte público de Teresina

Jeová diz que vai existir um ‘firminicídio’ com candidatos da base

Jeová Alencar pode pedir anulação de licitação do transporte público

Mais conteúdo sobre: