Cristino Castro - PI

Homem acusa prefeito Manoel Júnior de agredi-lo com socos e chutes

O homem alegou que chegou a quase ser levado para o gabinete do gestor, entretanto, conseguiu empreender fuga.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

O pintor Arionaldo Marques de Sousa, morador da cidade Cristino Castro, no Sul do Piauí, acusou o prefeito do município Manoel Pereira de Sousa Júnior, e outros funcionários da administração municipal de terem o agredido a socos e a chutes na última terça-feira (05). A vítima registrou o boletim de ocorrência na 9º Delegacia Regional de Polícia Civil, que fica na cidade de Bom Jesus.

Arionaldo relatou à polícia que foi convidado pelo gestor, um enfermeiro e um motorista de ambulância, que pertence a Secretaria de Saúde da cidade, para uma reunião na sede da Prefeitura de Cristino Castro. Chegando lá, ele afirmou que foi agredido a socos e chutes pelo prefeito e seus funcionários.

  • Foto: DivulgaçãoBoletim de ocorrência registrado na delegaciaBoletim de ocorrência registrado na delegacia

O homem afirmou que chegou quase a ser levado para o gabinete do gestor, entretanto, conseguiu fugir. Ainda conforme Arionaldo, ele entrou em uma casa que fica nas proximidades da prefeitura pelo fato de estar sendo seguido pelos funcionários em dois carros, um Volkswagen Amarok e um Fiat Toro, que seriam do prefeito Manoel Pereira e de seu irmão.

  • Foto: Divulgação/ ArionaldoAgressões sofridas pela vítimaAgressões sofridas pela vítima

Após o ocorrido, Arionaldo informou o fato para a PM, que o orientou a registrar o boletim de ocorrência.

Outro lado

Procurado pelo GP1 na manhã desta quinta-feira (07), o prefeito Manoel Júnior não foi localizado.