Bizarro

Homem cheio de tatuagens morre e terá a pele preservada no Canadá

O processo leva cerca de três meses, no qual a pele é removida cirurgicamente e uma fórmula especial é aplicada para conservá-la.

Cinara Taumaturgo
Teresina
- atualizado

O tatuador Chris Wenzel faleceu aos 41 anos enquanto dormia. O canadense possuía o corpo coberto de tatuagens e sua pele será preservada e enquadrada por uma empresa norte-americana.

Chris sofria de colite ulcerativa, uma doença intestinal inflamatória e crônica. Dias antes do coração parar, ele reclamava de dores no peito. "Ele sabia que iria", conta Cheryl Wenzel, esposa de Chris. Por isso, antes de morrer Chris deixou claro seu desejo de ter a pele preservada e enquadrada pela empresa americana Save My Ink Forever.

  • Foto: ReproduçãoAntes de morrer Chris deixou claro seu desejo de ter a pele preservada e enquadradaAntes de morrer Chris deixou claro seu desejo de ter a pele preservada e enquadrada

O processo leva cerca de três meses, no qual a pele é removida cirurgicamente e uma fórmula especial é aplicada para conservá-la. "Tatuagens contam uma história sobre uma pessoa (...) Você não queimaria e nem enterraria um Picasso”, afirmou a proprietária da empresa, Kyle Sherwood.

O corpo do tatuador é quase todo coberto por tatuagens e acredita-se que será o maior trabalho de preservação da América do Norte. O trabalho será revelado em uma exposição que deve acontecer no primeiro semestre de 2019.

Mais conteúdo sobre:

MAIS LIDAS