Anísio de Abreu - PI

Juiz recebe denúncia contra ex-prefeito Carlos Augusto

A decisão do juiz federal, Pablo Baldivieso, da Vara Única de São Raimundo Nonato, é do último dia 16 de fevereiro deste ano.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O juiz federal Pablo Baldivieso, da Vara Única de São Raimundo Nonato, recebeu denúncia contra o ex-prefeito de Anísio de Abreu, Carlos Augusto Antunes da Silva, o ex-secretário de Saúde, Eduardo Cleber Soares Macedo e Cleiton da Silva Ribeiro acusados de desvio de dinheiro público. A decisão é de 16 de fevereiro deste ano.

Segundo a denúncia, no período de janeiro de 2008 a dezembro de 2009, houve a inserção indevida de pessoas no banco de dados do Programa Saúde Bucal - PSB e do Programa Saúde da Família – PSF, na condição de profissionais de saúde (médicos, enfermeiros e dentistas), sendo R$ 10.500,00 no nome de Magnos Alencar da Mata, R$ 6.000,00 no nome de Maria Luzia Ribeiro de Luna, R$ 2.550,00 no nome de Dilson Rubem de Macedo, R$ 2.550,00 no nome de Anderson de Brito Marques, R$ 9.6000,00 no nome de Sílvio Francisco da Silva e R$ 38.400,00 no nome de Raul Ruben de Macedo Neto, visando apropriação de verbas federais e desvio em proveito de terceiro.

O Ministério Público Federal afirmou que os fatos apontam para a conduta do acusado Cleiton da Silva Ribeiro em inserir, indevidamente, os nomes de pessoas no banco de dados do PSB/PSF no município de Anísio de Abreu, sendo que algumas sequer exerciam atividades profissionais de saúde, tudo com ordem dos gestores das verbas de saúde, Eduardo Cléber e Carlos Augusto Antunes visando apropriação das verbas públicas federais destinadas para pagamento dos “supostos profissionais”.

Em sua defesa, o ex-secretário Cleber Soares pediu a rejeição da denúncia. Já o ex-prefeito Carlos Augusto argumentou que no período que atuou como gestor não houve nenhuma apropriação ou desvio de recursos públicos federais.

Além de receber a denúncia, o magistrado marcou para o dia 29 de maio deste ano, às 9 horas, audiência de instrução e julgamento para inquirição de eventuais testemunhas arroladas pela acusação e defesa.

Outro lado

Procurados pelo GP1, o ex-prefeito Carlos Augusto, o ex-secretário de Saúde, Eduardo Cleber e Cleiton da Silva não foram localizados para comentarem a denúncia.