Flores do Piauí - PI

Justiça bloqueia mais de R$ 7,7 milhões do ex-prefeito Evaldo Dd

Evaldo é réu em ação civil de improbidade administrativa ajuizada pelo próprio município acusado de desviar R$ 3.874.000,00 relativos aos recursos transferidos pela União para a cidade.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O ex-prefeito de Flores do Piauí, Evaldo Ferreira da Costa, mais conhecido como Evaldo Dd, teve mais de R$ 7 milhões bloqueados após decisão do juiz Ronaldo Paiva Nunes Marreiros, da Vara Única de Itaueira. O comprovante do bloqueio dos valores foi protocolado nesta sexta-feira (15).

Evaldo é réu em ação civil de improbidade administrativa ajuizada pelo próprio município acusado de desviar R$ 3.874.000,00 relativos aos recursos transferidos pela União para a cidade.

Os documentos apresentados indicam o recebimento de valores pelo município e a não prestação de contas referente aos meses de outubro, novembro e dezembro de 2016.

Em novembro do ano passado, o magistrado determinou a indisponibilidade dos bens do ex-prefeito no valor de R$ 7.748.000,00 (sete milhões, setecentos e quarenta e oito mil reais) por meio de penhora on line e/ou gravação de ônus em bens imóveis e veículos.

Outro lado

O ex-prefeito não foi localizado pelo GP1.