Teresina - PI

Mais de 800 pessoas com alcoolismo foram atendidas em Teresina

De acordo com dados da Fundação Municipal de Saúde (FMS), foram realizados cerca de 840 atendimentos de pessoas com quadro de uso nocivo de substâncias psicoativas, como álcool e drogas.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas (CAPS-AD) informou, nesta sexta-feira (03), que durante a quarentena por conta do novo coronavírus (Covid-19), ocorreu o aumento do uso excessivo de bebidas alcoólicas e com isso mais de 800 pessoas necessitaram de atendimento em Teresina.

De acordo com dados da Fundação Municipal de Saúde (FMS), foram realizados cerca de 840 atendimentos de pessoas com quadro de uso nocivo de substâncias psicoativas, como álcool e drogas, entre os meses de março a maio

Conforme o CAPS-AD o isolamento social tem feito com que as pessoas mudem as suas rotinas, e dentro dessas mudanças se intensificam as preocupações, sejam elas financeiras ou com a própria saúde. Durante a pandemia, sintomas de estresse, ansiedade e depressão são intensificados e muitas pessoas procuram no álcool uma forma de alívio e de prazer imediato.

O CAPS-AD é um serviço aberto e comunitário constituído por uma equipe multiprofissional de psiquiatra, psicólogo, assistente social, terapeuta ocupacional, enfermeira, técnicos de enfermagem, artesão, educador físico e nutricionista. O centro é destinado ao tratamento de homens e mulheres, maiores de 18 anos, que têm problemas com o uso de álcool e outras drogas e que chegam à unidade por demanda espontânea ou encaminhados por outros serviços de apoio do município.

O CAPS-AD atende a pacientes residentes de Teresina, com horário de funcionamento de segunda a sexta, de 8h às 12h e de 13:30 às 16:30 (horário específico neste período de pandemia). Está localizado à Rua Quintino Bocaiúva, 2978, Macaúba – Sul, próximo ao SAMU. O paciente deve procurar o serviço munido de cópias de documentos pessoais (RG, CPF, cartão SUS e comprovante de endereço).