Luís Correia - PI

Major Audivam Nunes dá dicas de segurança aos foliões

Durante todo o período carnavalesco o Centro Integrado funciona 24 horas para o registro de ocorrências e garantir apoio aos policiais em campo.

- atualizado

Turistas começam a chegar em número maior ao litoral do Piauí neste sábado (02) de Carnaval. Blitzen educativas foram montadas em frente ao Centro Integrado, trecho entre as praias de Atalaia e Coqueiro, além de outros pontos estratégicos. Luís Correia recebe o apoio de cerca de 250 policiais militares, policiais civis e do Corpo de Bombeiros durante o período de festas, um reforço que soma-se aos cerca de 100 PMs do 2º Batalhão e da CIPTUR.

“É um momento em que orientamos sobre o trabalho do CICC e passamos dicas de segurança aos turistas, tanto no cuidado com o trânsito quanto a procedimentos que podem evitar problemas, como identificar as crianças com pulseiras (facilita localização em caso de desaparecimento) e evitar deixar objetos de valor muito à vista ou dentro de veículos”, explica o major Audivam Nunes, coordenador do Centro Integrado.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Capitão Audivam Nunes, da Polícia MilitarMajor Audivam Nunes

“Já estive aqui ano passado com minha família e resolvi voltar. O Piauí tem um litoral bonito e preservado. Chama atenção a segurança que é colocada neste período e garante sensação de tranquilidade. Estar em um lugar agradável e seguro nos fizeram retornar para o Carnaval”, diz Luiz Gustavo, funcionário público pernambucano.

  • Foto: Divulgação/AscomCentro Integrado de Segurança no litoralCentro Integrado de Segurança no litoral

Durante todo o período carnavalesco o Centro Integrado funcionará 24 horas para o registro de ocorrências e garantir apoio aos policiais em campo. Abordagens e revistas, combate ao uso de álcool ao volante e crimes ambientais estão sendo realizados de forma preventiva e repressiva. O Corpo de Bombeiros está com bases desde a praia da Pedra do Sal até Barra Grande.

PREVENÇÃO

Durante a semana que antecedeu o Carnaval várias ações preventivas foram realizadas, em especial no combate ao tráfico de drogas. Pelo menos quatro pessoas foram presas e quase 130 kg de entorpecentes apreendidos pelo trabalho integrado das polícias Civil e Militar.

Também foram realizadas prisões e apreensões de menores por crimes como roubos, furtos e homicídio, mas nenhum deles em relação direta com a Operação Carnaval.