Parnaíba - PI

Mão Santa fecha contrato com empresário acusado de fraude em SP

O prefeito baixou decreto ontem (14) autorizando a empresa Água Forte Saneamento Ambiental prestar os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário para a Prefeitura de Parnaíba.

Gil Sobreira
Teresina
- atualizado

Menos de 24 horas após a decisão que concedeu liminar favorável a retomada dos serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário a Prefeitura de Parnaíba, o prefeito Mão Santa baixou decreto autorizando, emergencialmente, a empresa Água Forte Saneamento Ambiental Ltda., estabelecida em Itu/SP, a prestar o serviço pelo prazo de 180 dias.

O decreto foi publicado na edição de ontem (14) do Diário Oficial de Parnaíba.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Prefeito de Parnaíba Mão SantaPrefeito de Parnaíba Mão Santa

O sócio administrador da empresa, Djalma Benedito da Silva Brandão, tem sérios problemas na Justiça, tendo sido denunciado pelo Ministério Público do Estado de São Paulo no âmbito da denominada “Operação Sevandija”, acusado de frustrar e fraudar, mediante ajuste, o caráter competitivo da Concorrencia Pública do Departamento de Aguas e Esgoto de Ribeiro Preto/SP.

Com a coordenação da PF em conjunto com o Grupo de Atuação Especial e Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MP, a Operação Sevandija apurou fraudes em contratos de licitações da Prefeitura de Ribeirão Preto, estimados em R$ 203 milhões.

A ação penal tramita na 4ª Vara Criminal da Comarca de Ribeirão Preto, em São Paulo.

Outro lado

O empresário Djalma Benedito e a assessoria do prefeito Mão Santa não foram localizados pelo GP1 até a publicação desta matéria.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Prefeito Mão Santa vai gerir abastecimento de água em Parnaíba

Agespisa diz que decisão do prefeito Mão Santa é ilegal e abusiva

Mão Santa rompe com a Agespisa e decreta estado de emergência