Teresina - PI

Mulher que teve 50% do corpo queimado pelo cunhado morre no HUT

Carla tinha sido internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em estado grave após sofrer queimaduras de 1º e 2º graus que atingiram a região do tórax, perna e braço.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

Morreu na quarta-feira (12), Carla Pereira de Abreu, de 25 anos, que teve 50% do corpo queimado após o cunhado, José Fernando Pereira Gonzaga, de 47 anos, colocar fogo no quarto onde ela estava com o marido Luiz Pereira Gonzaga, de 50 anos.

Carla tinha sido internada no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) em estado grave após sofrer queimaduras de 1º e 2º graus que atingiram a região do tórax, perna e braço. Ela estava na unidade de queimados e acabou não resistindo aos ferimentos.

  • Foto: FacebookCarla Abreu Carla Abreu

O crime contra o casal aconteceu no dia 30 de junho e o acusado é o irmão de Luiz Pereira. O casal estava dormindo quando o acusado jogou querosene nos dois e ateou fogo. Ele ainda trancou a porta de ferro do quarto com um cadeado pelo lado de fora e saiu de casa. Foi a mãe de Luiz e de Fernando que percebeu o incêndio e chamou o Corpo de Bombeiros.

Os dois foram internados em estado grave no Hospital de Urgência de Teresina. Luiz Pereira morreu no dia 2 de julho após ter 80% do corpo queimado. O acusado pelo crime teria problemas mentais e está internado no hospital Areolino de Abreu.

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB