Teresina - PI

Neto do Angelim diz que não vai mais se filiar ao Patriota

"O presidente nacional disse que para entrar no partido não tinham critérios, diferente do que havia sido acertado quando nos propusemos a levar nosso grupo pra lá", disse o vereador.

Germana Chaves
Teresina
Andressa Martins
Teresina
- atualizado

O vereador de Teresina Neto do Angelim (DC) recuou da ideia de se filiar ao Patriota no próximo ano. A confirmação foi feita por ele, durante entrevista ao GP1 nesta terça-feira (10). Neto explicou que a mudança ocorreu após evento do partido que contou com a presença do presidente nacional da legenda Adilson Barroso na última sexta-feira (06).

Ele afirmou que algumas regras pré-estabelecidas foram quebradas, entre elas, a estratégia de seguir na base do prefeito Firmino Filho (PSDB) em 2020.

“Fomos pegos de surpresa com a vinda do presidente onde ele mudou todos os critérios do partido e não fomos [vereadores] comunicados. Não participamos do evento por causa disso. A gente está buscando outros rumos e outras conversas agora. O presidente nacional disse que para entrar no partido não tinham critérios, diferente do que havia sido acertado quando nos propusemos a levar nosso grupo pra lá. Queríamos apoiar o candidato do prefeito, mas, soubemos que o partido está lançando um candidato a prefeito. Tudo isso fugiu do compromisso que tínhamos”, lamentou o vereador do DC.

  • Foto: Alef Leão/GP1Neto do AngelimNeto do Angelim

Neto do Angelim também confirmou que tem dialogado com outros partidos, entre eles, o PSDB e PSL. “A gente vai buscar outra alternativa, o grupo está tentando conversar, a gente quer se manter unido para que possa buscar uma solução. O PSDB convidou, o PSL convidou, mas, nada concreto. Estamos ouvindo e queremos dar uma resposta”, afirmou o vereador.

Além de Neto do Angelim, os vereadores Gustavo de Carvalho, Valdemir Virgino e Pedro Fernandes também devem desistir da filiação ao Patriota. A ideia do quarteto é seguir unido para outra agremiação.

NOTÍCIA RELACIONADA

Vereador Neto do Angelim pode se licenciar para tratamento médico

Mais conteúdo sobre: