Bizarro

Operários da China são forçados a beber urina e comer insetos

Mas a maioria dos empregados preferiu continuar na empresa apesar das punições, que começaram no ano passado, segundo a mídia estatal.

Débora Dayllin
Teresina
- atualizado

Uma notícia divulgada pela agência de notícias Reuters nesta quinta-feira (08), chocou o mundo. Imagens e vídeos publicados em redes sociais da China e citados pela mídia estatal, mostraram operários de uma empresa chinesa de reformas residenciais que não terminaram suas tarefas sendo forçados a beber urina e comer baratas ou sendo açoitados com um cinto. Outros tiveram que raspar a cabeça ou beber água de um vaso sanitário e ficaram sem salário por um mês.

As punições foram impostas em público na presença de outros empregados, disse a mídia estatal, citando operários que se demitiram da empresa de Guizhou, província do sudoeste do país. Funcionários que se esquecessem de usar sapatos de couro para trabalhar ou não comparecessem com trajes formais recebiam multas equivalentes a 7,20 dólares, e seus deslizes eram devidamente registrados em pequenos canhotos brancos.

Mas a maioria dos empregados preferiu continuar na empresa apesar das punições, que começaram no ano passado, segundo a mídia estatal.

Mais conteúdo sobre: