Amarante - PI

Polícia busca suspeito de estuprar ex-mulher em Amarante

As informações iniciais dão conta que a vítima foi abordada pelo suspeito, quando se dirigia ao seu trabalho, e em posse de uma arma branca ele a ameaçou, em seguida, cometeu o crime.

Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Uma mulher foi vítima de um estupro ocorrido nessa segunda-feira (27), no município de Amarante, e o principal suspeito do crime trata-se do ex-companheiro, que se encontra foragido logo após o ocorrido.

De acordo com o degelado Dyego Pascoal, a Polícia Militar tomou conhecimento do caso na manhã de ontem e, de posse das informações repassadas pela vítima, iniciou as buscas ao suspeito, que foi avistado em um carro, mas acabou conseguindo escapar do cerco policial.

As informações iniciais dão conta que a vítima foi abordada pelo suspeito, quando se dirigia ao seu trabalho, e em posse de uma arma branca ele a ameaçou, em seguida, cometeu o crime em um local isolado.

“O que foi apurado é que ela se deslocava ainda cedo para seu local de trabalho, a levou para um local isolado e praticou o estupro. Essas informações ainda são preliminares, a gente ainda precisa ouvi-la e completar as diligências para ter certeza que os fatos se deram dessa forma. A Polícia Civil fez o atendimento da vítima, encaminhou para o Instituto de Medicina Legal, em Teresina, para serem feitos o exame de corpo de delito e de conjunção carnal, e estamos em diligências para tentar localizar ele, que ainda foi perseguido, mas conseguiu fugir”, destacou.

De acordo com o delegado Dyego Pascoal, o suspeito abandonou o carro que conduzia e passou a fugir em uma motocicleta, que também foi abandonada, e seguiu fuga em um matagal. “Eu informei aos policiais do GPM que se ele fosse encontrado ainda nessa manhã, eles poderiam encaminhá-lo para a Delegacia Regional de Água Branca, que eu lavraria o flagrante, tendo em vista que a polícia não cessou as diligências desde então”, acrescentou.

O delegado ressaltou que ainda que o suspeito não seja localizado vai representar pela prisão preventiva, acrescentando os exames periciais para corroborar com a denúncia da vítima, que foi atendida no Hospital de Amarante.

Mais conteúdo sobre: