Polícia

Policiais militares promovidos há 3 anos ainda não receberam aumento

O governador do Piauí, Wellington Dias, afirmou que o Estado passará a implementar os valores das promoções do policiais militares a partir deste mês de outubro, dentro do limite prudencial de gastos.

Brunno Suênio
Teresina

Os policiais militares do Piauí do quadro de praças e oficiais que foram promovidos nos anos de 2018, 2019 e 2020 até agora não receberam os valores das promoções atualizados em seus contracheques.

O GP1 teve acesso à folha de pagamento de ativos da Diretoria de Gestão de Pessoas da Polícia Militar do Piauí, encaminhada para a Secretaria de Administração e Previdência (SeadPrev), e ao todo 960 servidores ainda não tiveram seus vencimentos corrigidos na folha.

No ano de 2018, 61 policiais, de 2º sargento a coronel, tiveram suas promoções lançadas na folha de pagamento da Polícia Militar, conforme promoção ocorrida no mês de novembro de 2018, publicada no Diário Oficial do Estado n° 214, de 19/11/2018 e no Diário Oficial do Estado nº 216, de 21/11/2018.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Policiais militares do PiauíPoliciais militares do Piauí

Outras três promoções ocorreram no ano de 2019. A primeira delas em 12 de junho e em seguida nos dias 25 de junho e 19 de novembro de 2019. Por último, foram lançadas duas promoções, recentemente, nos dias 17 de 25 de junho do ano de 2020.

O total geral do impacto financeiro é de R$ 418.332,29 (quatrocentos e dezoito mil trezentos e trinta e dois reais e vinte e nove centavos).

Outro lado

Em entrevista ao GP1, na manhã desta quinta-feira (08), o governador do Piauí, Wellington Dias, afirmou que o Estado passará a implementar os valores das promoções do policiais militares a partir deste mês de outubro, dentro do limite prudencial de gastos.

“É de conhecimento público que, em razão da crise nacional, caíram às receitas em 2017. 2018 e 2019 e o que eu anunciei hoje é que nós estamos cumprindo com as regras da promoção. A lei nº 173, que impede aumento de despesas, deixou a possibilidade da implementação de promoções, tanto para a área militar, civil, mas também de outras áreas do Estado”, explicou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Wellington DiasWellington Dias

Wellington Dias garantiu, por fim, que após divulgação do relatório, demonstrando que o Estado conseguiu sair do limite prudencial de gasto, será possível implementar o pagamento da diferença referente às promoções dos servidores da Polícia Militar do Piauí.

“Nós estamos iniciamos em outubro um cronograma de implementação. Aquela promoção foi feita, mas foi feita dizendo que, para cumprimento da LRF, somente após o Estado sair do limite prudencial, que se completou agora em setembro. A partir de outubro nós vamos poder fazer essas implementações”, finalizou o governador.