Morro Cabeça no Tempo - PI

Prefeito Batista decreta estado de emergência em Morro Cabeça no Tempo

O decreto nº 05/2019 foi assinado no dia 6 de maio e publicado no Diário oficial dos Municípios desta terça-feira (14).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O prefeito de Morro Cabeça no Tempo, Antônio Carlos Batista de Figueredo, mais conhecido como Batista, assinou decreto que dispõe sobre a situação de emergência nas áreas do município afetado por desastre natural climatológico por estiagem prolongada que provoca a redução sustentada das reservas hídricas existentes. O decreto nº 05/2019 foi assinado no dia 6 de maio e publicado no Diário Oficial dos Municípios desta terça-feira (14).

Para assinar o decreto, o prefeito considerou irregularidades das chuvas e o registro de elevadas temperaturas que vêm comprometendo o armazenamento de água, causando sérios problemas ao abastecimento para o consumo humano e animal, diminuindo o padrão de qualidade de vida da população.

Ainda segundo o documento, há a escassez de chuvas no município bem como em todo o semiárido, mais precisamente no sul do Piauí e o município só dispõe de um carro pipa para abastecer a cidade.

A situação de emergência vai abranger zona urbana e as seguintes localidades da zona rural: Cruz, Umbuzeiro, Brejinho, Tobos, Baixão do Mel, Baixão das Cabaças, Bernardo, Desejado, Lagoa do Arroz, Guaipaba, Barracão, Cajueiro, Taboas, Encruzilhada, Mandacaru, Bebe Muo, Lagoa da Burra, Quixabá, Espinhos, Lagoa de João Grande, Baixão Fundo II, Baixão Fundo II, São Pedro, Barreiras, Tabocas, Floresta, Lagoa da Pedra, Caldeirão, Boa Esperança,, lagoa do Junco, Taboleiro, Tamburi, Vaca Preta, Santa Cruz, Gameleira, Lucas, Bela Vista II, Bela Vista I, Lagoa dos Pássaros, Bom Jardim, Volta do Riacho, Altamira, São Pedro, Sítio Novo.

O decreto terá duração de 180 dias até que a elevação dos Índices de precipitação pluviométrica permita que se restabeleça a normalidade do fornecimento de água à população.