Campinas do Piauí - PI

Prefeito Neim é acusado de não pagar piso salarial dos professores

De acordo com um professor, que preferiu não se identificar, o prefeito Neim passou o ano de 2018 sem pagar a diferença do piso salarial dos professores.

Victória Xavier
Teresina
- atualizado

Servidores municipais de Campinas do Piauí denunciaram ao GP1 na tarde desta quinta-feira (12) que o prefeito Valdinei Carvalho de Macedo, conhecido como Neim, não está pagando corretamente o piso salarial dos professores e deixando os moradores da cidade bastante insatisfeitos.

De acordo com um professor, que preferiu não se identificar, o prefeito Neim passou o ano de 2018 sem pagar a diferença do piso salarial dos professores. “Ele não pagou a nossa diferença do piso salarial em 2018, em 2019 todos os pagamentos foram feitos adequadamente e em janeiro desse ano, voltou a não pagar. É uma situação lamentável, pois temos nossas responsabilidades. O ano de 2018 está na justiça e mesmo assim ele não pagou”, relatou o professor.

O professor ainda informou que as escolas da cidade estão precárias e sem reformas há dois anos. “As escolas não tiveram nenhuma reforma nos últimos dois anos, tem umas que estão correndo o risco de cair”, contou o denunciante.

Em relação aos transportes escolares, o professor contou que o município está sem o serviço. Os alunos estão indo para a escola com os pais. Aqueles que não possuem nenhum veículo em sua residência, estão tendo que faltar as aulas.

“Os pais que possuem veículos estão indo deixar os filhos e os alunos que os pais não tem moto e nem carro não estão indo para a escola. Isso é inadmissível, os alunos estão sendo prejudicados”, finalizou o professor que preferiu não se identificar.

Outro lado

Procurado pelo GP1 na tarde desta sexta-feira (13), o prefeito Neim não foi localizado.

Mais conteúdo sobre: