Marcos Parente - PI

Prefeito Pedro Nunes é alvo de investigação do Ministério Público

A portaria nº 34/2019 foi assinada pelo promotor de Justiça João Batista de Castro Filho, no último dia 17 de junho.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí instaurou inquérito civil para investigar irregularidades na gestão do prefeito de Marcos Parente, Pedro Nunes. A portaria nº 34/2019 foi assinada pelo promotor de Justiça João Batista de Castro Filho, no último dia 17 de junho.

O objetivo é investigar a contratação da empresa Habitat-Projetos e Avaliações Sociais Ltda-ME por inexibilidade de licitação, no valor de R$ 22.488,00 por 12 meses para prestar serviços de assessoria e consultoria especializadas, na elaboração e acompanhamento de relatórios de prestação de contas e projetos de infraestrutura de engenharia nas áreas da Educação, Assistência Social e habitação.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Pedro Nunes, Prefeito de Marcos ParentePedro Nunes, Prefeito de Marcos Parente

Foi destacado que inicialmente foi aberto procedimento preparatório de inquérito civil visando apurar possíveis irregularidades na contratação da empresa com prazo de 90 dias, prorrogável por igual período, uma única vez, mas que as respostas acostadas ao procedimento precisam ser minunciosamente analisadas para dirimir as dúvidas a respeito do cometimento dos atos de improbidade administrativa.

O promotor determinou o envio da portaria ao prefeito, para, querendo, apresentar defesa escrita, no prazo de 15 dias, a contar do recebimento.

Outro lado

O prefeito não foi localizado pelo GP1.