Bocaina - PI

Prefeitura de Bocaina contrata escritório por R$ 15 mil mensais

Assinado no último dia 3 de janeiro, o contrato tem validade de um ano, totalizando um valor de R$ 180 mil.

José Maria Barros
Picos
- atualizado

Através da modalidade inexigibilidade de licitação, a Prefeitura de Bocaina, na região de Picos, contratou no último dia 3 de janeiro, um escritório de contabilidade pelo valor de R$ 15 mil mensais. Como a vigência do contrato é de um ano, o total gasto em 2020 será de R$ 180 mil.

O objeto do contrato é a prestação de serviços contábeis na preparação de balancetes mensais, balanço anual e demais serviços contábeis da Prefeitura Municipal, Fundo Municipal de Saúde-FMS, Fundo Municipal de Assistência Social-FMAS e Fundeb do município de Bocaina-Piauí.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Erivelto Barrros, Prefeito licenciado de BocainaErivelto Barrros, Prefeito licenciado de Bocaina

A empresa contratada foi a G. H. Leite, sediada a rua Taumaturgo de Azevedo, 2014, Casa C, Centro, Teresina-Piauí.

O contrato terá vigência a partir da data da assinatura, 3 de janeiro deste ano, até 31 de dezembro de 2020. Serão doze parcelas mensais de quinze mil reais, importando o valor total de R$ 180 mil. Fonte de recursos: FPM, IPVA, ICMS, arrecadação e outras receitas próprias.

Assinado pelo presidente da Comissão Permanente de Licitação, Laertes Leal Barros, o extrato do contrato foi publicado no Diário Oficial dos Municípios, edição do último dia 8 de janeiro, página 78.

Licença

Em razão do pedido de licença por 60 dias do prefeito de Bocaina, Erivelto de Sá Barros (Progressistas), desde o dia 2 de janeiro que o município bem sendo comandado pelo vice, Teodoro João Simão, o Teodorinho (PRTB).