Parnaíba - PI

Professor que agrediu idoso é encontrado morto no presídio de Parnaíba

O professor de Jiu-Jitsu foi encontrado morto na madrugada desta quinta-feira (05), dentro da Penitenciária Mista de Parnaíba.

Jeyson Moraes
Teresina
- atualizado

O professor de Jiu-Jitsu Antônio Alberto de Araújo, de 44 anos, foi encontrado morto na madrugada desta quinta-feira (05), dentro de uma cela da Penitenciária Mista de Parnaíba. Ele é acusado de agredir um idoso no dia 26 de novembro.

De acordo com Kleiton Holanda, presidente do Sindicato dos Agentes Penitenciários do Estado do Piauí (Sinpoljuspi), ele sofria com problemas psicológicos e recusava a alimentação. A transferência de Antônio Alberto foi solicitada, mas não teve respostas da Comarca de Parnaíba.

  • Foto: DivulgaçãoAntônio Alberto de AraújoAntônio Alberto de Araújo

“Os problemas psicológicos afetavam inclusive a sua alimentação. Ele geralmente jogava fora e derramava, tinha uma postura agressiva. Todos os procedimentos da casa foram feitos para que ele fosse remanejado e tivesse o tratamento adequado a situação clinica dele", relatou o presidente.

O presidente afirmou ainda que nunca houve uma resposta do judiciário de Parnaíba sobre a transferência do preso. A hipótese de homicídio foi descartada e o Instituto de Medicina Legal (IML) foi acionado para realizar a remoção do corpo. A perícia está sendo realizada para apurar de fato o que causou a morte do detento.

Entenda o caso

A Polícia Militar prendeu um professor de jiu-jutsu, identificado como Antônio Alberto de Araújo, de 44 anos, suspeito de agredir um idoso com uma barra de ferro, na noite do dia 26 de novembro, por volta das 20h30, em Parnaíba.

De acordo com o coronel Pacífico, comandante o 2° Batalhão da PM de Parnaíba, a polícia foi acionada para atender uma ocorrência de violência. “Quando nossa guarnição chegou até o local, foi constatado que um homem havia lesionado um senhor com uma barra de ferro e o acusado foi preso em flagrante”, detalhou o coronel Pacífico.