Piauí

Professores da Uespi iniciam greve a partir de segunda-feira

Conforme a Adcesp, a falta de estrutura, de recursos materiais e humanos estão comprometendo o funcionamento da instituição.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Os professores da Universidade Estadual do Piauí (Uespi) decidiram em Assembleia Geral realizada nesta quarta-feira (13), deflagrar uma greve por tempo indeterminado a partir da próxima segunda-feira (18).

De acordo com a Associação dos Docentes da Uespi (Adcesp), a categoria reivindica que sejam cumpridos os Planos de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS), que implica em uma implantação imediata de progressões, promoções e mudanças de regime de trabalho.

  • Foto: Davi Fernandes/GP1Universidade Estadual do Piauí (Uespi)Universidade Estadual do Piauí (Uespi)

Segundo os professores, as perdas salariais da categoria docente nos últimos seis anos passam de 33%. Eles pedem ainda a reposição salarial dos últimos seis anos, recursos para a execução de atividades acadêmicas, a realização de um novo concurso público para a efetivação do quadro docente e a nomeação dos classificados no último concurso realizado.

Ainda conforme a Adcesp, a falta de estrutura, de recursos materiais e humanos estão comprometendo o funcionamento da instituição. As mobilizações da greve iniciaram no dia 11 de março, com panfletagens junto a estudantes e professores da instituição.

Mais conteúdo sobre: