Jaicós - PI

Promotora investiga Hospital Nossa Senhora das Mercês em Jaicós

A portaria nº 028/2019 foi assinada pela promotora de Justiça Ednolia Evangelista de Almeida, no dia 1º de maio.

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí abriu procedimento administrativo para investigar irregularidades e adequar o funcionamento da Hospital e Maternidade particular Nossa Senhora das Mercês à legislação sanitária, no município de Jaicós. A portaria nº 028/2019 foi assinada pela promotora de Justiça Ednolia Evangelista de Almeida, no dia 1º de maio.

Segundo a portaria, o Coren-PI determinou a interdição ética das atividades de enfermagem desenvolvidas na unidade de saúde, em razão da permanência das irregularidades constatadas pelo conselho após fiscalização realizada no dia 25 de abril de 2018.

O MP determinou expedição de ofício ao Conselho Regional de Enfermagem do Piauí (COREN-PI), solicitando, no prazo de 15 dias, informações acerca da regularização das inadequações que ensejaram a interdição ética do Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Mercês.

O membro do MP solicitou ainda inspeção sanitária pela DIVISA (Diretoria de Vigilância Sanitária do Estado) e fiscalização pelo PROCON, além da designação de audiência para propositura de Termo de Ajustamento de Conduta - TAC com o responsável pelo Hospital e Maternidade Nossa Senhora das Mercês.

Outro lado

Nenhum responsável pelo hospital foi localizado para comentar a investigação.