Teresina - PI

Promotora investiga irregularidades em penitenciárias de Teresina

A portaria nº 21/2019 foi assinada pela promotora de Justiça Liana Maria Melo Lages, nessa quinta-feira (19).

Wanessa Gommes
Teresina
- atualizado

O Ministério Público do Estado do Piauí abriu inquérito civil para investigar irregularidades sanitárias encontradas pela Diretoria da Unidade de Vigilância Sanitária Estadual – DIVISA nas Penitenciárias Prof. José Ribamar Leite (antiga Casa de Custódia de Teresina), Irmão Guido e na Unidade de Apoio ao Semiaberto (antiga Casa de Albergado).

A portaria nº 21/2019 foi assinada pela promotora de Justiça Liana Maria Melo Lages, nessa quinta-feira (19).

A promotora destacou que inicialmente foi aberta uma notícia de fato e que após vencido o prazo de 90 dias, os autos não merecem arquivamento e nem ajuizamento de respectiva ação civil pública, mas sim conversão em inquérito civil.

Outro lado

Procurada, na tarde desta sexta-feira (20), a assessoria de comunicação da Secretaria Estadual de Justiça informou que só vai se posicionar na próxima segunda-feira (23).