Teresina - PI

SASC abre investigação após fuga de menores no CEIP em Teresina

Mandados de busca e apreensão serão expedidos nesta segunda-feira (03) para capturar os jovens.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

A Secretaria Estadual de Assistência Social do Estado abriu investigação para apurar a fuga de três adolescentes ocorrida na madrugada deste sábado (01), do Centro de Internação Provisória, em Teresina. A segurança foi reforçada no CEIP. Os jovens ainda se encontram foragidos.

Na manhã desta segunda-feira (03), mandados de busca e apreensão foram expedidos pela juíza da 2º Vara da Infância e Juventude para que os jovens sejam capturados. Dos três adolescentes, dois deles foram apreendidos por cometer latrocínio e um por roubo.

A fuga

Em entrevista ao GP1, o coordenador do CEIP, Gleydson Batista, informou que os menores serraram as grades do alojamento e fugiram do local. Eles, recentemente, foram transferidos do Centro Educacional Masculino (CEM) após realizarem uma rebelião na última quarta-feira (29).

Rebelião

No dia 29 de agosto, 42 dos 129 internos do Centro Educacional Masculino participaram da rebelião que tinha como objetivo reivindicar algumas melhorias na questão estrutural do prédio e na revisão de sentenças, pois os jovens alegaram que alguns já estão com as sentenças vencidas e que outros já são maiores de idade.

A Polícia Militar conseguiu fazer uma negociação com os internos e encerrou a rebelião no mesmo dia. No dia seguinte, foi necessária a transferência de 58 internos por conta da destruição de cinco pavilhões durante o tumulto.