Teresina - PI

Servidor do TJ é assassinado a tiros durante assalto no Tancredo Neves

Uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) ainda chegou a ser acionada, mas Francisco não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime.

Nayrana Meireles
Teresina
- atualizado

Um analista judiciário do Tribunal de Justiça do Estado do Piauí, identificado como Francisco das Chagas Campelo e Silva, de 54 anos, foi assassinado com dois tiros durante um assalto na noite desta quarta-feira (28), no bairro Tancredo Neves, zona sudeste de Teresina.

Segundo informações do subtenente Fernandes, do 8° Batalhão da Polícia Militar, a guarnição foi acionada por volta de 20h. "Fomos informados que uma pessoa havia sido alvejada durante um assalto. Francisco e um amigo estavam em um trailer quando foram abordados por dois indivíduos a pé. Eles anunciaram o assalto, dispararam contra Francisco e levaram a Hilux prata da vítima", relatou.

  • Foto: DivulgaçãoFrancisco das Chagas Campelo e Silva morreu no local do crimeFrancisco das Chagas Campelo e Silva morreu no local do crime

Ainda segundo o subtenente, uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) chegou a ser acionada, mas Francisco não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime. "Ele foi atingido com dois disparos, um no peito e outro nas costas. O Samu ainda foi ao local, mas ele veio a óbito", completou.

Minutos após o crime, os criminosos abandonaram o veículo da vítima na Estrada da Alegria, zona sul da Capital. A Polícia Militar está em diligências, na tentativa de localizar os suspeitos do crime. O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), vai investigar o caso.

Francisco das Chagas morava no bairro Bela Vista e trabalhava como analista judiciário do Juizado Especial de Teresina, na zona sul de Teresina. Ele era casado e deixa três filhos.

Mais conteúdo sobre: