Teresina - PI

Setut diz que vai analisar bloqueio de cartões do Mais Fácil Especial

Na terça-feira (21) a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) realizou uma reunião para tratar sobre os recorrentes bloqueios do cartão Passe Livre.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Teresina (Setut) divulgou uma nota de esclarecimento informando que o bloqueio de cartões passe livre acontece apenas quando eles são utilizados de forma incorreta e que os beneficiários do cartão Mais Fácil Especial devem procurar a sede da empresa para que seu caso seja analisado.

Na terça-feira (21) a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (Semcaspi) realizou uma reunião para tratar sobre os recorrentes bloqueios do cartão Passe Livre de pessoas com deficiência, sobretudo de crianças com autismo.

  • Foto: Helio Alef/GP1Usuários na parada de ônibus na zona sudeste de TeresinaUsuários na parada de ônibus na zona sudeste de Teresina

Em nota o Setut informou que o cartão é de uso individual e intransferível e que se for constatado que ele não está sendo utilizado de forma correta, é feito então o bloqueio. Destacou ainda que são feitos vários procedimentos para comprovar o uso irregular do cartão, antes do bloqueio.

“O Setut utiliza uma ferramenta disponível no Sistema de Bilhetagem Eletrônica – SEB que executa a verificação automática do uso dos benefícios da comparação da biometria facial da imagem do usuário passante na catraca x imagem do usuário cadastrado no sistema, e também, no caso de beneficiário de gratuidade com direito legal a acompanhante, a utilização conjunta nos termos definidos pela legislação vigente”, explicou.

Segundo o Setut, como os beneficiários do cartão Mais Fácil Especial alegam irregularidade no bloqueio, eles devem procurar a empresa para que o caso seja analisado. “Os beneficiários que entenderem ter havido algum equívoco no bloqueio poderão se dirigir à sede do Setut, de 8:00 as 17:00 horas, para análise e avaliação de seu caso. Buscando exercer suas obrigações legais a fim de não imputar impactos tarifários superiores aos previstos nos colocamos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos”, destacou.

Confira a nota na íntegra:

O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Teresina – SETUT vem a público esclarecer que todo benefício tarifário é de uso individual e intransferível, cabendo tanto a Superintendência Municipal de Trânsito e Transporte - STRANS quanto aos operadores a fiscalização do seu uso ($ 3º Art. 29 Lei 3.946/2009).

O SETUT utiliza uma ferramenta disponível no Sistema de Bilhetagem Eletrônica – SEB que executa a verificação automática do uso dos benefícios da comparação da biometria facial da imagem do usuário passante na catraca x imagem do usuário cadastrado no sistema, e também, no caso de beneficiário de gratuidade com direito legal a acompanhante, a utilização conjunta nos termos definidos pela legislação vigente.

Em cumprimento às suas obrigações contratuais o SETUT vem bloqueando beneficiários portadores de CARTÕES MAIS FÁCIL ESPECIAL, CARTÕES MAIS FÁCIL MELHOR IDADE E CARTÕES MAIS FÁCIL ESTUDANTIL por possível uso incorreto.

Os beneficiários tem buscado o SETUT ou a SEMCASPI, no caso de beneficiários dos CARTÕES MAIS FÁCIL ESPECIAL, para avaliação da situação e desbloqueio, após análise de caso a caso.

Os beneficiários que entenderem ter havido algum equívoco no bloqueio poderão se dirigir à sede do SETUT, de 8:00 as 17:00 horas, para análise e avaliação de seu caso.

Buscando exercer suas obrigações legais a fim de não imputar impactos tarifários superiores aos previstos nos colocamos à disposição de todos para quaisquer esclarecimentos.

Mais conteúdo sobre: