Nazária - PI

Suspeito de degolar mulher em Nazária é autuado por receptação

De acordo com o cabo Alves, do 17º BPM, Thalisson foi localizado em uma parada de ônibus em poder do celular de Laysse da Silva, que horas antes havia sido degolada dentro da própria residência.

Victória Xavier
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

O principal suspeito de assassinar a jovem Laysse da Silva do Carvalho, nessa sexta-feira (20), no município de Nazária, foi preso poucas horas após o crime, mas acabou sendo autuado na Central de Flagrantes de Teresina apenas por crime de receptação.

Conforme os policiais do 17º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, Thalisson Francisco Araújo foi encontrado ainda na manhã de ontem com o celular da vítima, depois de uma denúncia anônima dando conta que ele se preparava para empreender fuga.

De acordo com o cabo Alves, do 17º BPM, Thalisson foi localizado em uma parada de ônibus em poder do celular de Laysse da Silva, que horas antes havia sido degolada dentro da própria residência. O filho dela, de apenas 2 anos, foi encontrado abraçado ao corpo da mãe, que estava completamente coberto de sangue.

“Esse fato precisa de uma investigação mais detalhada, pois os populares nos informaram que o suspeito foi visto nas proximidades do local que aconteceu o crime. O delegado responsável pela cidade decidiu deixar o homem preso para não atrapalhar as futuras investigações”, relatou o cabo Alves.

Um homem conhecido Chaparral, que tinha um relacionamento amoroso com a vítima procurou a Polícia Militar informando que não teve participação na execução do crime e que, portanto, não poderia ser apontado como suspeito de matá-la. Ele também acabou sendo conduzido até a delegacia e liberado logo depois.

  • Foto: FacebookLaysse CarvalhoLaysse Carvalho

A Polícia Civil vai aguardar dentre outras informações, o resultado do trabalho da perícia para realizar a comparação das digitais encontradas na residência da vítima, que estava completamente revirada, além de outras evidências que possam apontar quem realmente executou ou deu auxílio para que o crime acontecesse.

Entenda o caso

Na manhã desta sexta-feira (20), Laysse Carvalho, de 29 anos, foi degolada na frente do filho de apenas dois anos, na cidade de Nazária, distante 35 km de Teresina. A mulher foi encontrada despida, em cima da cama, com a perfuração no pescoço.

O cunhado da vítima foi a primeira pessoa que chegou ao imóvel, nas primeiras horas da sexta-feira, e se deparou com Laysse morta e o filho dela sujo de sangue, próximo ao corpo.

Um homem conhecido como Chaparral, com quem a vítima tinha uma relação amorosa, chegou a ser apontado como autor do crime, mas inicialmente a polícia descartou sua participação no feminicídio, tendo em vista que ele estava em um local diferente no momento em que Laysse foi assassinada.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Mulher é degolada na frente do filho de dois anos em Nazária

Acusado de degolar mulher na frente do filho é preso em Nazária

Mais conteúdo sobre: