Piauí

TCE-PI lança aplicativo para aproximar alunos e gestores

Para o presidente do TCE/PI, conselheiro Abelardo Pio Vilanova, um dos principais benefícios do aplicativo é a possibilidade de implantação do controle social.

- atualizado

Lançado na manhã desta quarta-feira (26) em solenidade bastante prestigiada, o aplicativo “Piauí na Ponta do Lápis” deve aproximar alunos, professores, gestores e o Tribunal de Contas do Estado do Piauí (TCE/PI) na busca por uma educação de melhor qualidade, favorecendo inclusive soluções para problemas do cotidiano nas unidades de ensino.

Para o presidente do TCE/PI, conselheiro Abelardo Pio Vilanova, um dos principais benefícios do aplicativo é a possibilidade de implantação do controle social, onde alunos, professores, gestores e secretários de educação, podem interagir sobre os problemas das escolas e atuarem na busca de soluções, de forma eficiente e transparente. “Essas informações podem ser utilizadas pelo tribunal para fazer uma eventual cobrança aos gestores. Mas, a princípio, o objetivo principal é favorecer o controle social”, explica.

  • Foto: Divulgação/AscomTCE-PI lança aplicativo Na Ponta do LápisTCE-PI lança aplicativo Na Ponta do Lápis

O conselheiro Cézar Miola, do TCE/RS, que veio para o lançamento do aplicativo no Piauí ministrar a palestra “A Concretização do Direito Fundamental à Educação: Dever de Todos”, avalia que somente a atuação dos gestores e dos órgãos de controle não são suficientes para o avanço que a educação precisa.

“É fundamental a participação da sociedade. A própria Constituição diz que o dever da educação envolve o estado, a família e a sociedade. É isso que estamos tentando estimular”, analisa o conselheiro, explicando que no Rio Grande do Sul e em Minas Gerais, onde o projeto já funciona há dois anos, os resultados tem sido fantásticos.

O chefe da Divisão de Fiscalização da Educação do TCE/PI, Gilson Araújo, explica que o aplicativo “Piauí na Ponta do Lápis” vai permitir que alunos, professores, funcionários e o cidadão em geral respondam questionários sobre a qualidade do serviço prestado pelas escolas públicas, e informem sobre os problemas existentes, como na estrutura de banheiros, bibliotecas ou das salas de aula, por exemplo. O aplicativo permite, inclusive, o envio de fotos.

“O TCE/PI está oferecendo aos gestores da educação - diretores, secretários, prefeitos, governador - ferramentas para ouvir o usuário da política pública de educação. E isso trará resultados surpreendentes”, reforça Gilson.

O Programa na Ponta do Lápis foi desenvolvido pelo TCE de Minas Gerais e foi disponibilizado ao TCE/PI através de um acordo de Cooperação Técnica. A servidora do TCE/MG, Naila Garcia Mourthé, que integra a equipe do programa em Minas Gerais, falou sobre a experiência mineira na palestra “Na Ponta do Lápis – A Escola na Formação, o Tribunal na Fiscalização”. Ela disse que, muitas vezes, nem os secretários de educação nem os prefeitos tem conhecimento da realidade nua e crua de muitas escolas e o aplicativo ajuda a fazer essa ligação, permitindo um canal de comunicação entre todos os entes.

Naila apontou grandes conquistas para a evolução da educação em Minas Gerais com a aproximação do tribunal juntos aos secretários e gestores. “Eles trazem soluções para problemas apontados e também trazem outros problemas pedindo ajuda para solucionar. E juntos vamos avançando. O aplicativo ajuda a todos olharem para realidade. A gente não muda aquilo que não conhece”, pontua.

Lançamento nas escolas

O TCE/PI também vai lançar o aplicativo em duas escolas públicas: nesta quinta-feira, dia 27, a partir das 8h30 horas, o aplicativo será apresentado para estudantes, professores e gestores Escola Estadual Ceti João Henrique, no bairro Morada Nova, em Teresina.

E na sexta-feira, dia 28, será a vez da ferramenta ser apresentada na Escola Dr. Milton Saldani Afonso, em Campo Maior.