Teresina - PI

Teresina Ressuscita com Cristo atrai milhares de fiéis na Capital

O evento faz parte da celebração que marca o fim da Semana Santa, com a ressureição de Jesus Cristo após a crucificação ocorrida na sexta-feira da Paixão.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Jonas Carvalho
Teresina
Cinara Taumaturgo
Teresina
- atualizado

Fiéis participam da 5ª Edição do Teresina Ressuscita com Cristo

Na tarde deste domingo (21) foi realizada pela Arquidiocese de Teresina a 5ª edição do Teresina Ressuscita com Cristo que reuniu milhares de fiéis na zona leste da cidade de Teresina.

O evento faz parte da celebração que marca o fim da Semana Santa, com a ressureição de Jesus Cristo após a crucificação ocorrida na sexta-feira da Paixão. O evento se iniciou às 16h no Parque Nova Potycabana, na zona leste. Ás 17h ocorreu o lucernário, momento em que os fiéis acendem as velas e dão início a procissão que se encerrou no Complexo Turístico da Ponte Estaiada, localizado na Avenida Raul Lopes, onde foi montado um palco para a realização de da missa de Páscoa celebrada pelo arcebispo Dom Jacinto Brito.

O padre Toinho, que atua na paróquia da Nossa Senhora da Paz, afirmou que esse evento é uma oportunidade de celebrar a ressurreição de Jesus Cristo e também um momento para despertar os católicos que estão acomodados.

“Hoje celebramos a ressureição de Jesus Cristo, em uma festa como esta, para poder realçar cada vez mais que ele está vivo entre nós. Não adoramos o Cristo derrotado, crucificado ou morto, mas adoramos e seguimos um Cristo que venceu a cruz, venceu o poder desse mundo, o poder civil, religioso e econômico. Ele está vivo e presente. O nome do evento já diz muito, às vezes os cristãos e católicos estão muito acomodados e engessados. Esse evento é para fazer a gente despertar, fazer acreditar e caminhar com cristo ressuscitado”, afirmou o padre Toinho.

O arcebispo Dom Jacinto Brito foi o idealizador do evento e afirmou que está feliz em perceber que cada vez mais pessoas estão participando. “Hoje é domingo de Páscoa. Estamos imensamente felizes por perceber que esta é a quinta festa consecutiva e que ela não esfria. Ela se sedimenta e se qualifica ainda mais com a presença das comunidades nessa festa. Então percebemos que é de fato uma convicção pública de fé, em forma de alegria e vibração pela ressureição de Cristo”, afirmou o arcebispo.

A católica Edna Nogueira afirmou que sempre fica muito emocionada ao participar da celebração. “Para mim é uma emoção muito grande e depois que comecei a participar não quero deixar de vir. Há três anos que venho. Eu sou ministra extraordinária da eucaristia e desde a minha infância que sou envolvida com a igreja”, afirmou.