Mundo

Theresa May vai renunciar ao governo do Reino Unido no dia 7 de junho

Primeira-ministra sofria forte pressão interna de seu partido devido ao fracasso de sua gestão no processo de saída do Reino Unido da União Europeia.

Por  Estadão Conteúdo
- atualizado

A primeira-ministra do Reino Unido, Theresa May, anunciou na manhã desta sexta-feira, 24, que renunciará ao governo britânico no dia 7 de junho. O anúncio foi feito depois de uma reunião com o presidente do seu grupo parlamentar, Graham Brady, para determinar seu futuro político.

Na semana seguinte à sua renúncia começará o processo para escolher o sucessor de May como líder do Partido Conservador e chefe do governo britânico. Ela ainda permanecerá como premier interina até a escolha do novo líder "Tory", informou sua decisão em uma declaração em frente a residência oficial de Downing Street.

  • Foto: REUTERS/Neil HallTheresa MayTheresa May

"Acredito que era o mais correto persistir, mesmo que as chances de fracasso fossem altas", disse a primeira-ministra, que sofria forte pressão por não conseguir um acordo para a saída do Reino Unido da União Europeia. "Agora me parece que o melhor para os interesses do país é que um novo primeiro-ministro lidere os esforços".

May, que chorou ao final de seu discurso, pediu ao seu sucessor à frente do Partido Conservador e do governo para que tente encontrar um consenso no Parlamento para deixar o bloco. Theresa May ainda ressaltou o fato de ser a segunda primeira-ministra mulher na história do Reino Unido: "Certamente não serei a última".

Mais conteúdo sobre: