Mundo

Trump dá um ano para México frear narcotráfico e ameaça fechar fronteira

Presidente vem pressionando país vizinho contra entrada de imigrantes ilegais nos Estados Unidos.

Por  Estadão Conteúdo

Num distanciamento de sua ameaça de fechar imediatamente a fronteira sul dos Estados Unidos,o presidente Donald Trump, renovou nesta as ameaças ao México caso o país vizinho não impeça a travessia de imigrantes ilegais na divisa. Ele prometeu uma medida "menos drástica", que envolveria a taxação de carros importados do México em vez do bloqueio fronteiriço.

Na semana passada, Trump deu um ultimato aos mexicanos: ou interrompiam a entrada de imigrantes ilegais nos EUA ou ele fecharia a fronteira em uma questão de dias. "Não estou brincando", avisou. Seu chefe de gabinete, disse que seria necessário "algo dramático" para que o presidente não mudasse de ideia.

  • Foto: Evan Vucci/APPresidente dos Estados Unidos, Donald TrumpPresidente dos Estados Unidos, Donald Trump

O alerta preocupou empresários e economistas, que viram o risco de um prejuízo de até US$1,7 bilhões por dia, caso a medida fosse colocada em vigor, segundo a Câmara de Comércio dos EUA. O México exporta 80% de sua produção automotiva para os Estados Unidos e o Canadá.

"O México entende que ou fechamos a fronteira ou eu vou taxar os carros. Será um ou outro, mas provavelmente optaremos pelas tarifas", disse Trump.

O líder republicano ainda vinculou um possível fechamento da fronteira um prazo de "um ano para que as drogas vindas do México deixem de entrar nos Estados Unidos". O presidente, no entanto, não deu detalhes de como enfrentaria o problema da demanda de drogas por usuários nos EUA.

"Assim que tivermos as tarifas, se a imigração não parar, vamos dar um ano... Se as drogas (e os imigrantes) continuarem entrando, vamos pôr mais taxas", disse