Piauí

Wellington Dias lamenta morte do ex-deputado federal Alfredo Sirkis

O chefe do executivo piauiense destacou que em 2019 conheceu Alfredo em Recife durante uma conferência do clima e se solidarizou com a família do ex-parlamentar.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), por meio de seu perfil no Twitter, lamentou neste sábado (11) a morte do ex-deputado federal Alfredo Sirkis, vítima de um acidente no Rio de Janeiro, em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense, nesta sexta-feira (10).

O chefe do executivo piauiense destacou que em 2019 conheceu Alfredo, em Recife, durante uma conferência do clima e se solidarizou com a família do ex-parlamentar.

Acidente

O jornalista e escritor Alfredo Sirkis morreu nesta sexta-feira (10) em acidente automobilístico em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. O carro em que estava, um VW Polo, desgovernou-se, perto do Arco Metropolitano, bateu em um poste e capotou, no início da tarde.

O ativista ambiental, que foi fundador do Partido Verde, vereador e deputado federal, morreu no local, aos 69 anos. Escrevera recentemente um novo livro: Descarbonário, um trocadilho com o título de outra obra de sua autoria, Os Carbonários - Memórias da Guerrilha Perdida. Nesta, relatou, nos anos 80, sua experiência na guerrilha urbana e na clandestinidade, na década anterior.

Nos anos 80, elegeu-se vereador quatro vezes, foi secretário municipal de Meio Ambiente (1993-1996) e de Urbanismo (2001-2006) nas gestões de Cesar Maia (DEM) na prefeitura do Rio. Também foi deputado federal, de 2011 a 2014, tendo presidido a Comissão Mista de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional.

NOTÍCIA RELACIONADA

Ex-deputado Alfredo Sirkis morre em acidente de carro

Mais conteúdo sobre: