Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Gleisi Hoffmann e Lindbergh defendem eleições diretas em solenidade

O Partido dos Trabalhadores celebrou nessa sexta-feira (26) seus 37 anos e para comemorar foram realizadas várias atividades ao longo dia.

Marcelo Cardoso/GP1 1 / 10 Mesa de honra Mesa de honra
Marcelo Cardoso/GP1 2 / 10 Debate “Os Desafios do PT” Debate “Os Desafios do PT”
Marcelo Cardoso/GP1 3 / 10 Senador Lindbergh Farias Senador Lindbergh Farias
Marcelo Cardoso/GP1 4 / 10 Senadora Gleisi Hoffmann Senadora Gleisi Hoffmann
Marcelo Cardoso/GP1 5 / 10 Evento aconteceu na câmara municipal Evento aconteceu na câmara municipal
Marcelo Cardoso/GP1 6 / 10 Deputado Assis Carvalho Deputado Assis Carvalho
Marcelo Cardoso/GP1 7 / 10 Ex-Ministro Alexandre Padilha Ex-Ministro Alexandre Padilha
Marcelo Cardoso/GP1 8 / 10 Governador Wellington Dias Governador Wellington Dias
Marcelo Cardoso/GP1 9 / 10 Governador Wellington Dias e Senadora Gleisi Hoffmann  Governador Wellington Dias e Senadora Gleisi Hoffmann
Marcelo Cardoso/GP1 10 / 10 Senadora Regina Sousa Senadora Regina Sousa

O Partido dos Trabalhadores celebra nessa sexta-feira (26) seus 37 anos e para comemorar foram realizadas várias atividades ao longo dia. Durante a manhã aconteceu encontro estadual do PT na sede do partido e várias reuniões. À tarde ocorreu coletiva de imprensa com a senadora Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias e o presidente estadual do PT, Assis Carvalho. Logo depois, o governador Wellington Dias, o ex-ministro Alexandre Padilha e membros do PT visitaram o Centro Integrado de Reabilitação (Ceir).

No fim da tarde houve sessão solene de posse do diretório na Câmara Municipal de Teresina. E à noite ocorreu debate com os senadores Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias, que disputam a presidência do diretório nacional do partido. Eles discutiram sobre os desafios que o partido tem pela frente e sobre atual conjuntura política do país após os escândalos envolvendo o presidente Michel Temer. Os dois acreditam que a solução mais viável para o Brasil, são eleições diretas.

Para o senador Lindbergh Farias, Temer não tem mais condições para se manter no cargo de presidente, para ele “Temer caiu”. “O Temer caiu! O Temer caiu! Não sustenta no governo, deve sair pela decisão do TSE no próximo dia seis. Agora, eleição indireta não resolve nada. Vamos ter um novo governo legítimo, não um golpe de outro golpe. Então a saída será a eleição direta. Domingo vai ter um grande ato no Rio de Janeiro, com Caetano Veloso, com outros artistas, e eu acho sinceramente que essa campanha das diretas vai crescer muito, porque o povo não vai aceitar que tenha uma eleição indireta para presidente da república”, disse.


  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1 Mesa de honra Mesa de honra

Gleisi Hoffmann acredita que o povo precisa ir para às ruas para exigir eleições diretas. “Temos que nos unir, lutar e ir para as ruas para lutar contra as reformas que estão no Congresso Nacional e exigir eleições diretas para presidente da República. A única forma de pacificar esse país e melhorar, pra gente colocar o Brasil de novo no rumo do desenvolvimento, do crescimento econômico, é o voto popular”.

A senadora petista acrescentou que o Brasil precisa resgatar a democracia e aproveitou para enaltecer o Governo Lula. “Precisamos resgatar aqueles programas que Lula fez no seu governo, que melhorou tanto a vida do povo brasileiro. O Lula fez muito por esse país, só olhar nas pesquisas e ver que ele tem a preferência do povo brasileiro. Aliás aqui no nordeste talvez seja o lugar aonde mais a gente possa ver as obras que Lula fez pelo Brasil”.

Gleisi finalizou dizendo que é totalmente contra as reformas que estão em curso no Congresso Nacional. "Sou contra a reforma trabalhista, pois retira os direitos dos trabalhadores, daqueles que mais precisam de proteção para melhorar o lucro do empresariado. Também sou contra a reforma da previdência".

O ex-ministro Alexandre Padilha disse que ficou emociado ao visitar o CEIR com o governador Wellington Dias. "Me emocionei muito ao visitar o CEIR, a gente que ajudou com emendas parlamentares para a construção, depois como ministro da Saúde. Fiquei emocionado de ver que 1 milhão de pessoas foram atendidas no Centro", declarou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.