Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Acusado de matar policial morre após 2 meses internado no HUT

A assessoria de comunicação do HUT confirmou que a morte de Lucas ocorreu às 18h40. O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e depois liberado para a família.

  • Foto: Divulgação/PMLucas Rafael da ConceiçãoLucas Rafael da Conceição

Morreu, na tarde deste domingo (21), no Hospital de Urgência de Teresina (HUT), Lucas Rafael da Conceição, 24 anos. Ele estava internado há mais de dois meses quando foi alvejado com tiros, no bairro Parque Brasil II, zona norte da Capital. Outras três pessoas também foram baleadas.

Lucas foi preso em junho de 2016 acusado de matar o oficial da Polícia Militar, capitão Nogueira, no Parque Brasil I, na região da Santa Maria da Codipi. O crime aconteceu em fevereiro de 2016.

A assessoria de comunicação do HUT confirmou que a morte de Lucas ocorreu às 18h40. O corpo do jovem foi encaminhado para o Instituto Médico Legal e depois liberado para a família.

Família baleada


Quatro pessoas, sendo três de uma mesma família, foram baleadas na frente de casa. no dia 4 de agosto deste ano, na Rua Cosme e Damião, no bairro Parque Brasil II.

“Eram dois bandidos em uma moto Fan, cor preta. Eles passaram atirando e atingiram José Marcelino Leal (pai); Luísa Virgília da Silva Leal (mãe), Erisvan da Silva Leal Nascimento, 42 anos, (filho); e Lucas Rafael da Conceição, 24 anos (amigo da família). As vítimas foram atingidas com vários disparos de fogo e conduzidas ao Hospital Mariano Castelo Branco pelo Samu. Logo em seguida foram para o HUT”, disse o tenente Elivaldo Moraes, do 13º Batalhão da Polícia Militar.

Morte do policial

O capitão Nogueira foi morto com um tiro no peito, no dia 14 de fevereiro de 2016, durante uma tentativa de assalto no Parque Brasil I, na região da Santa Maria da Codipi, zona norte de Teresina.

O policial que atuava na banda de música do CFAP (Centro de Formação e Aperfeiçoamento de Praças) da Polícia Militar, reagiu a tentativa de assalto e trocou tiros com um bandido. Enquanto o bandido praticava o assalto, um comparsa dava cobertura, do lado de fora do comércio, em uma motocicleta.

No mesmo dia foi preso Janderson, que foi reconhecido pela esposa da vítima como um dos bandidos que participação no crime.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Família é baleada na frente de casa no Parque Brasil II

Preso homem acusado de matar policial na Santa Maria da Codipi

Policial é morto com um tiro no peito na zona norte de Teresina

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.