Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Polícia Civil deflagra Operação Natalis em Teresina

A polícia está realizando o fechamento das pontes que ligam o estado do Piauí e Maranhão com o objetivo de combater tráfico de drogas, porte ilegal de armas.

Marcelo Cardoso/GP1 1 / 20 Operação da Polícia Civil Operação da Polícia Civil
Marcelo Cardoso/GP1 2 / 20 Delegado Luciano Alcântara Delegado Luciano Alcântara
Marcelo Cardoso/GP1 3 / 20 Operação da Polícia Civil na ponte da amizade em Teresina  Operação da Polícia Civil na ponte da amizade em Teresina
Marcelo Cardoso/GP1 4 / 20 Polícia abordando motoqueiros Polícia abordando motoqueiros
Marcelo Cardoso/GP1 5 / 20 Motorista foram abordados Motorista foram abordados
Marcelo Cardoso/GP1 6 / 20 Polícia verificando os carros Polícia verificando os carros
Marcelo Cardoso/GP1 7 / 20 Trânsito ficou lento na descida da ponte Trânsito ficou lento na descida da ponte
Marcelo Cardoso/GP1 8 / 20 Polícia Civil fazendo os procedimentos legais Polícia Civil fazendo os procedimentos legais
Marcelo Cardoso/GP1 9 / 20 Operação da Polícia  Operação da Polícia
Marcelo Cardoso/GP1 10 / 20 Operação da Polícia Civil em Teresina Operação da Polícia Civil em Teresina
Marcelo Cardoso/GP1 11 / 20 Policia verificando a documentação dos veículos Policia verificando a documentação dos veículos
Marcelo Cardoso/GP1 12 / 20 D.O.E e Polícia Civil D.O.E e Polícia Civil
Marcelo Cardoso/GP1 13 / 20 Operação Natalis em Teresina Operação Natalis em Teresina
Marcelo Cardoso/GP1 14 / 20 Major Audivam Major Audivam
Marcelo Cardoso/GP1 15 / 20 PRF dando apoio PRF dando apoio
Marcelo Cardoso/GP1 16 / 20 Polícia Civil fazendo averiguação nos veículos Polícia Civil fazendo averiguação nos veículos
Marcelo Cardoso/GP1 17 / 20 Policiais na operação Policiais na operação
Marcelo Cardoso/GP1 18 / 20 Policiais vistoriando os carros Policiais vistoriando os carros
Marcelo Cardoso/GP1 19 / 20 Operação natalis Operação natalis
Marcelo Cardoso/GP1 20 / 20 Abordagem Policial Abordagem Policial

A Secretária de Segurança Pública do Estado Piauí através da Delegacia Geral, Delegacia de Polícia Interestadual – POLINTER, Divisão de Operações Especiais – D.O.E e Delegacia de Prevenção e Repressão ao Entorpecente – DEPRE, está realizando nesta terça-feira (18) a "Operação Natalis", que visa coibir os crimes neste final de ano. A polícia está realizando o fechamento das pontes que ligam os estados do Piauí e Maranhão com o objetivo de combater tráfico de drogas, porte ilegal de armas e realizar buscas nos locais.

O coordenador da Polinter, delegado Luciano Alcântara, falou ao GP1 como está sendo realizada a operação. “Operação determinada pelo delegado geral Luccy Keiko, visa coibir os crimes nesse final de ano principalmente essa questão do tráfico de drogas entre as cidades de Teresina e Timon, e também o roubo de veículos, tendo em vista que os nossos maiores receptadores de veículos roubados em Teresina, são os maranhenses, então os veículos são roubados aqui e atravessam a ponte para Timon”, relatou.

“A operação começou hoje a tarde, para não só trazer a sensação de segurança, mas como efetivamente impedir o cometimento desses crimes. Realizamos algumas abordagens, uns elementos já conhecidos da polícia que estavam em um táxi, gera uma alerta maior pra gente, estamos fazendo uma vistoria mais minuciosa no veículo”, completou.

De acordo com o coordenador da Força Tarefa de Segurança Pública do Piauí, major Audivan Nunes, a operação continuará por toda a semana.“Aqui é uma operação integrada, realizada nas três pontes aqui de Teresina-Timon, Tabuleta, Ponte da Amizade, Ponte Metálica, visando coibir esses crimes, a polícia do Maranhão também está nos auxiliando. Estamos aqui agora e voltaremos em horários estratégicos, previstos pelo serviço de inteligência, mas o certo é que continuaremos por toda essa semana, realizando blitzen e abordagens”, afirmou.


Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.