GP1

São Félix do Piauí - Piauí

Trabalhadores em Educação da Regional de Picos aprovam greve

Adesão ao movimento grevista deflagrado pelo Sinte estadual foi decidida em assembleia nesta segunda-feira.

Em assembleia geral realizada na manhã desta segunda-feira, 19, os trabalhadores em educação regional de Picos decidiram paralisar as atividades a partir da próxima sexta-feira, 23 de fevereiro. A greve por tempo indeterminado é contra a proposta de reajuste do governo do estado, considerada indecente pela categoria.

  • Foto: GP1Assembleia dos trabalhadores em educação da região de PicosAssembleia dos trabalhadores em educação da região de Picos

Uma nova assembleia foi marcada para as 8 horas da manhã do próximo dia 28 de fevereiro no auditório do Sinte Regional de Picos. Na ocasião os trabalhadores em educação vão analisar o andamento do movimento e traçar novas estratégias de luta.

  • Foto: GP1Trabalhadores aprovam greve por tempo indeterminadoTrabalhadores aprovam greve por tempo indeterminado

Durante a assembleia desta segunda-feira, 19, a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação - Sinte Regional de Picos, Gisele Dantas, criticou a proposta apresentada pelo governador Wellington Dias (PT), ressaltando que a mesma não comtempla os servidores que vêm acumulando perdas ao longo dos anos.

  • Foto: GP1Presidente do Sinte Regional de PicosPresidente do Sinte Regional de Picos

Gisele Dantas garante que a categoria está unida em torno de um mesmo propósito e não vai recuar da greve diante das pressões do governo. “Nossa intenção é começar o ano letivo somente após termos as nossas reivindicações atendidas” – anunciou.

A sindicalista detalhou ainda a proposta enviada pelo sindicato ao governador Wellington Dias. Reajuste de 6,81% para todos os trabalhadores em educação linear e extensivo aos aposentados e, reajuste de 3,14% para os funcionários de escolas, referente ao ano de 2017. Além do reajuste das gratificações e revisão do Plano de Carreiras.

  • Foto: GP1Salas de aula ficaram vaziasSalas de aula ficaram vazias

Ao final a presidente do Sinte Regional de Picos convocou os trabalhadores a se manterem firmes na greve e apelou para os colegas que ainda não aderiram ao movimento que o façam. Segundo ela, somente assim é que poderão barrar a intenção do governo do estado em implementar uma proposta que não atende aos interesses da categoria.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.