GP1

Amarante - Piauí

Procurador investiga aplicação irregular de recursos em Amarante

A portaria nº 50 foi assinada pelo procurador da República, Marco Aurélio Adão, na última terça-feira (17).

O Ministério Público Federal no Piauí instaurou inquérito civil para investigar irregularidades na aplicação de recursos públicos no município de Amarante, localizado a 204 km de Teresina. A portaria nº 50 foi assinada pelo procurador da República, Marco Aurélio Adão, na última terça-feira (17).

O objetivo é investigar a ausência de prestação de contas de recursos do Ministério da Saúde repassados ao Município de Amarante para a ampliação/reforma/construção de postos de saúde, a malversação das verbas destinadas especificamente à obra de ampliação da Unidade Básica de Saúde (UBS) do Povoado Elízio e os responsáveis pelas irregularidades.

O procurador determinou que seja realizada uma averiguação se já houve instauração do inquérito policial requisitado para apurar os fatos e, em caso positivo, fazer os devidos registros no Sistema Único para o acompanhamento das diligências em andamento.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.