GP1

São Félix do Piauí - Piauí

Inscrições para oficinas de violão vão até sexta-feira em Picos

As oficinas de violão e violino estão divididas em duas turmas com pelo menos 12 alunos em turnos sequenciados.

A Prefeitura de Picos, por intermédio da Secretaria Municipal de Cultura, está realizando inscrições para oficinas de violão e violino. Segundo Maria Santana, Secretária (interina) de Cultura de Picos, as referidas oficinas pretendem auxiliar na formação do caráter de pessoas às margens do alcance das forças governamentais.

“Essas oficinas têm por objetivo desenvolver no aluno aspectos multidisciplinares os quais ele carregará para a sua vida, sobretudo aqueles cujo poder público não os alcançou com seu braço de transformação social”, teoriza a gestora.

As oficinas de violão e violino estão divididas em duas turmas com pelo menos 12 alunos em turnos sequenciados, onde os iniciantes são atendidos no primeiro horário e os considerados veteranos são atendidos em seguida, tanto no turno da manhã, quanto à tarde. Tem também o curso de dança, onde é ofertado o balé.

  • Foto: Divulgação/AscomInscrições para oficinas de violão em PicosInscrições para oficinas de violão em Picos

Maria Santana esclarece que a única exigência para ingresso do aluno nos cursos diz respeito à sua regularidade na escola, ou seja, “o aluno tem que estar matriculado na escola e que tenha regularidade de presença em sala de aula com boas notas”, pontuou.

As inscrições são gratuitas e ocorrem na própria secretaria de cultura, localizada na Praça Josino Ferreira, centro de Picos e serão finalizadas até sexta-feira dia (03). Para realizar a inscrição é necessário apenas documentos pessoais como RG. O atendimento ao público acontece das 8h às 17h de segunda à sexta.

O outro lado da moeda

Do lado de lá da história, Anderson Santos, aluno do curso de violão. O adolescente comenta que logo que teve contato com a música, seu comportamento mudou de forma exponencial. O jovem explica: "Aprender música foi o mesmo que aprender a caminhar de novo, pois aqui eu pude crescer tanto como pessoa como em aspectos culturais. Isso foi muito significante para mim e levarei durante a vida”, disse.

Após sua iniciação no mundo da música por meio da Secretaria de Cultura de Picos, Anderson Santos, adolescente de 19 anos, já ministra aulas particulares. Destaca-se que o mesmo ainda está em aprendizado ao lado de veteranos.

Com a palavra o professor

E como não existe aluno sem professor, com a palavra o professor de violão Paulo Jardel: “A música proporciona, além de aspectos culturais, incentiva no desenvolvimento de outros particulares, como despertar a curiosidade da pessoa por conhecimento em variadas áreas, por exemplo. Também motiva o aluno no que se refere à sua disciplina, pois observamos que tais aspectos são muito positivos em cada pessoa. Observamos que os alunos são aplicados disciplinarmente. A música é esse universo positivo sempre para o ser humano”, explica o professor.

De outro modo, o professor Paulo Jardel descreve que as oficinas de música da secretaria de cultura picoense tem largo intuito de preencher o tempo ocioso de pessoas em situação social de risco, ou seja, pretende-se com a música ocupar espaços vazios deixados pela ausência de educação, esporte, lazer entre outros.

“E a música vai além disso. Ela se estende a um universo mais amplo e complexo como auxiliar na formação de um indivíduo social crítico e coerente com sua realidade e com aquilo que ele pode construir de bom para a humanidade”, acredita o professor.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.