Fechar
GP1

Teresina - Piauí

DEPRE prende 3 pessoas acusadas de tráfico de drogas em Teresina

De acordo com o coordenador da DEPRE, delegado Cadena Júnior, as três prisões não têm relações, mas todos os alvos possuem ligação com o tráfico de drogas.

Os policiais da Delegacia de Prevenção e Repressão ao Entorpecente (DEPRE) realizaram três prisões nesta segunda-feira (21), durante cumprimentos de mandados da 7ª Vara Criminal de Teresina.

De acordo com o coordenador da DEPRE, delegado Cadena Júnior, as três prisões não têm relações, mas todos os alvos possuem ligação com o tráfico de drogas. O primeiro deles trata-se de Francisco Dalton de Araújo Oliveira, um dos alvos da Operação Entre Rios, deflagrada em agosto do ano passado. Ele havia sido preso em Timon, onde ficou recolhido no Presídio Jorge Vieira, no entanto, a Justiça do Maranhão concedeu liberdade a Francisco Dalton, porém, havia outro mandado de prisão em aberto, dessa vez, expedido pela Justiça do estado do Piauí.

“A polícia foi na casa dele, conversou com a esposa e explicou que ele era considerado foragido pela Justiça do Piauí por associação ao tráfico. O juiz da 7ª Vara pediu para nós cumprirmos o mandado e ele veio aqui e se apresentou com o advogado”, explicou.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Delegado Cadena JúniorDelegado Cadena Júnior

Além dele, outro foragido da Justiça, conhecido como Edson Antônio Feitosa Oliveira, se apresentou na Delegacia de Prevenção e Repressão ao Entorpecente nesta manhã. “Ele estava foragido desde o ano passado e hoje ele veio na delegacia e foi dado o cumprimento ao mandado de prisão contra ele, que já está na Penitenciária Agrícola Major César Oliveira”, pontuou o delegado Cadena Júnior. Contra Edson Antônio havia uma sentença condenatória a 5 anos de prisão pelo crime de tráfico de drogas, em 2012.


Já durante a tarde, os policiais da DEPRE conseguiram chegar até Maria de Jesus Araújo de Moura, vulgo “Suzana”. Contra ela havia uma condenação por tráfico de drogas devido a um flagrante ocorrido em 2016, ocasião em que foi encontrada com crack pela Polícia Militar na Vila Dagmar Mazza. Ela havia dado um endereço inexistente à Justiça, mas os policiais conseguiram encontrá-la na mesma região onde havia sido preso há 3 anos, nesta tarde, em um churrasco.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.