Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Firmino Filho critica atendimento do HUT a pacientes do interior

O prefeito contou que Teresina gasta cerca de 35% da receita líquida na rede municipal de Saúde, que é usada por pacientes de outros municípios.

O prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB) disse que o maior desafio para a Saúde do município são os enfermos do interior do estado que vêm se tratar na Capital. A declaração foi dada nesta terça-feira (5) durante a abertura do ano legislativo municipal.

O prefeito contou que Teresina gasta cerca de 35% da receita líquida na rede municipal de Saúde, que é usada por pacientes de outros municípios. Firmino disse ainda que a Capital já não recebe tanto pacientes do Maranhão e sim do interior do Piauí. O Hospital de Urgência de Teresina (HUT) é um dos hospitais que recebe pacientes de todo o estado.

  • Foto: Helio Alef/GP1Prefeito Firmino FilhoPrefeito Firmino Filho

“O nosso grande desafio é o interior do estado. Então nós temos uma superestrutura montada não para atender a população de Teresina, mas a população do Piauí e isso causa um sentimento de injustiça muito grande porque a população de Teresina é duplamente penalizada, não somente porque está pagando a conta, mas também porque na hora do serviço tem que dividir a fila com quem vem de fora”, declarou o prefeito.

Segundo Firmino, o presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Charles da Silveira “está ciente desse problema”. O prefeito disse que irá se reunir com membros do governo estadual para conseguir encontrar uma saída para o que ele chama de “um momento crítico”.


“Temos que ter uma conversa madura, bem elevada, mas realista com as autoridades de saúde do estado, assim como dos outros municípios. Teresina não pode mais continuar pagando a conta que não é de Teresina, que é o interior e que é do próprio Governo do Estado. Então esse é um momento crítico”, concluiu.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.