GP1

Teresina - Piauí

Firmino Filho diz não ter dúvidas sobre posse da praça do Verdão

"Há 25 anos o professor Wall Ferraz pediu que o Governo do Estado apresentasse o registro do imóvel. Eles não apresentaram isso há 25 anos e não apresentam hoje", disparou Firmino Filho.

O prefeito Firmino Filho (PSDB) afirmou ao GP1, nesta terça-feira (09), que não tem dúvidas quanto à propriedade do terreno localizado em frente ao Ginásio Verdão, onde existe a Praça João Gayoso, local explorado atualmente por corretores autônomos de veículos, mais conhecido como “Pedra”.

A discussão tem sido alvo de uma queda de braço entre o Governo do Estado do Piauí e a Prefeitura de Teresina, que foi parar na Justiça na tarde desta terça-feira (09), depois que Procuradoria Geral do Estado ingressou com ação contra o Município de Teresina para impedir que a Praça João Gayoso seja utilizada pelo prefeito Firmino Filho como área de exploração de Parceria Público Privada (PPP), com a finalidade de tornar o espaço uma área de estacionamento rotativo.

Firmino Filho informou que a posse da praça “é uma questão bem estabelecida, não tem nenhuma dúvida sobre a propriedade”. De acordo com o prefeito, o Governo do Estado não apresentou os laudos que comprovam o registro do imóvel e a empresa SIM (Sistema Integrado de Mídia), que recentemente colocou grades ao redor da praça, já foi notificada duas vezes, mas se negou a recebê-las.

“Há 25 anos houve uma disputa com o Governo do Estado, que dizia que o estacionamento era do Verdão e já naquela época o professor Wall Ferraz pediu que o Governo do Estado apresentasse o registro de imóvel. Eles não apresentaram isso há 25 anos e não apresentam hoje", disparou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Prefeito de Teresina, Firmino FilhoPrefeito de Teresina, Firmino Filho

Firmino Filho também informou ser favorável às PPPs realizadas pelo governador Wellington Dias (PT), mas não aceita que mexam com o “patrimônio dos outros”.

“Somos favoráveis à Parceria Público Privada, não temos nada contra essa parceria do Verdão, queremos até que seja bem sucedida, têm muito mais desafios pela frente e acho uma coisa correta essa parceria, mas agora não pode fazer com o patrimônio dos outros, aí não pode”, acrescentou.

Entendo o caso

No último dia 29 de março deste ano, mais de 100 corretores de veículos realizaram uma manifestação contra a privatização do estacionamento do Ginásio Verdão, que passou a ser gerido pela empresa SIM, através de Parceira Público-Privada junto ao Governo do Estado do Piauí.

Segundo os corretores, a empresa colocou grades ao redor do estacionamento e sinalizou cobrar uma taxa de R$ 110,00 mensais para que os vendedores autônomos utilizassem o espaço.

Em entrevista ao GP1, o presidente do Sindicato dos Corretores de Veículos do Piauí, Ivan Cabral, explicou que a classe foi pega de surpresa. “Nós estamos aqui há 25 anos, nós temos documentos, nós não viemos para cá à toa. Aqui não existia nada, conseguimos asfalto, iluminação, a sede do sindicato e hoje chega uma empresa e quer tirar nós daqui. Em todo o lugar do Brasil existe a Feira Livre de Veículos e agora querem nos tirar isso”, afirmou.

Firmino Filho mandou retirar grades

O prefeito Firmino Filho (PSDB) mandou retirar as grades do local e esteve presente na manhã do último sábado (06) com os corretores de veículos. Ele disse ainda que a realocação dos trabalhadores feita pelo ex-governador do Piauí, Wall Ferraz, gerou “crescimento e geração de renda” no local. Anteriormente, eles utilizavam a Praça Saraiva para revender os veículos e nos últimos 25 anos estão trabalhando no estacionamento da Praça João Gayoso, de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Teresina, através de decreto n° 074/1976.

A autorização de retirada das grades do local por uma equipe de fiscais do município endossou a queda de braço entre Governo do Estado e Prefeitura Municipal.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Caso Verdão: Governo entra na Justiça contra ato de Firmino Filho

Firmino Filho manda retirar grades da praça do ginásio Verdão

Wellington Dias afirma que vai resolver situação do Verdão com diálogo

Corretores de veículos realizam ato contra privatização em Teresina

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.