Fechar
GP1

Teresina - Piauí

Casal preso em operação da DEPRE é solto pela Justiça

A decisão do juiz de Direito da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, Valdemir Ferreira Santos, é do dia 06 de agosto de 2019.

O casal identificado como Maria Edwiges Pereira da Silva, 32 anos, e Ayrton Luiz Ribeiro, 31 anos, preso durante uma operação da Delegacia de Prevenção e Repressão ao Entorpecente (DEPRE), na última segunda-feira (05), foi posto em liberdade durante audiência de custódia. Os dois trabalham como lavadores de veículos e haviam sido presos por tráfico de entorpecentes no Centro de Teresina.

A decisão do juiz de Direito da Central de Inquéritos da Comarca de Teresina, Valdemir Ferreira Santos, é do dia 06 de agosto de 2019.

  • Foto: Divulgação/DEPRELavadores de carros são presos acusados de tráfico de drogasLavadores de carros são presos acusados de tráfico de drogas

Em sua decisão, o juiz ressaltou que Ayrton Luiz e Maria Edwirges não possuem nenhum processo criminal e reforçou os bons antecedentes do casal que não oferecem perigo à sociedade. Em razão disso, foram aplicadas medidas cautelares diversas da prisão.

Entenda o caso


A Polícia Civil do Piauí, através da DEPRE (Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes), prendeu um casal identificado como Maria Edwiges Pereira da Silva, 32 anos, e Airton Luiz Ribeiro, 31 anos, acusados de tráfico de drogas. As prisões foram feitas na tarde desta segunda-feira (05).

Segundo informações do delegado Luciano Alcântara, os dois trabalham como lavadores de carros na Beira Rio, na Avenida Maranhão, e foram presos no Centro de Teresina.

“As prisões foram um desdobramento da Operação Plataforma que foi feita na Vila Irmã Dulce, no começo de 2019. Nessa operação foram colhidas informações de que havia a comercialização de drogas na beira do rio, na Avenida Maranhão. Com os dois foram encontrados entorpecentes embalados prontos para a venda, era uma pequena porção de entorpecente, tendo em vista que eles levavam para vender uma pequena quantidade de entorpecente para caso a polícia os abordassem chegassem à conclusão de que aquela quantidade era para uso pessoal, mas como nossa equipe já estava fazendo monitoramento há certo tempo, já tinham verificado a comercialização de drogas e uma movimentação típica de tráfico de drogas no local”, contou a autoridade policial”, pontuou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Polícia Civil prende casal acusado de tráfico de drogas em Teresina

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.