GP1

Teresina - Piauí

Zona sul de Teresina foi região com mais mortes violentas em 2019

O Anuário 2019 da Secretaria de Segurança Pública foi apresentado nesta segunda-feira (13) pelo secretário Fábio Abreu.

Lucas Dias/GP1 1 / 13 Fábio Abreu na divulgação do Anuário de Segurança 2019 Fábio Abreu na divulgação do Anuário de Segurança 2019
Lucas Dias/GP1 2 / 13 Fábio Abreu Fábio Abreu
Lucas Dias/GP1 3 / 13 Anamelka Cadena Anamelka Cadena
Lucas Dias/GP1 4 / 13 Anuário Anual de Segurança Pública 2019 Anuário Anual de Segurança Pública 2019
Lucas Dias/GP1 5 / 13 Éverton Férrer Éverton Férrer
Lucas Dias/GP1 6 / 13 James Guerra James Guerra
Lucas Dias/GP1 7 / 13 Luccy Keiko Luccy Keiko
Lucas Dias/GP1 8 / 13 Newmarcos Newmarcos
Lucas Dias/GP1 9 / 13 Policiais acompanham resultado do Relatório Anual Policiais acompanham resultado do Relatório Anual
Lucas Dias/GP1 10 / 13 Policiais militares no resultado do Relatório Anual de Segurança Pública 2019 Policiais militares no resultado do Relatório Anual de Segurança Pública 2019
Lucas Dias/GP1 11 / 13 Secretaria de Segurança divulga resultado do Relatório Anual Secretaria de Segurança divulga resultado do Relatório Anual
Lucas Dias/GP1 12 / 13 Delegada Vilma e delegada Luana Alves Delegada Vilma e delegada Luana Alves
Lucas Dias/GP1 13 / 13 Matheus Zanatta Matheus Zanatta

O secretário de Segurança Pública do Piauí, capitão Fábio Abreu, apresentou na manhã desta segunda-feira (13) o Anuário 2019 dos crimes ocorridos durante o ano no Piauí. O documento foi divulgado na Academia de Polícia Civil do Piauí (Acadepol), no bairro saci, na zona sul.

De acordo com as informações do anuário, a zona que mais teve Morte Violentas Intencionais (MIVs) durante 2019 em Teresina foi a zona sul, com 27%. As zonas leste e norte aparecem com 24% cada, a zona sudeste com 12% e zona rural com 8%. O local mais seguro na capital, de acordo com os dados, é o Centro, com apenas 5%.

  • Foto: Divulgação/SSP-PIÍndice de Mortes Violentas Intencionais (MIVs) em TeresinaÍndice de Mortes Violentas Intencionais (MIVs) em Teresina

Ainda segundo os dados do anuário, 73,53% das mortes violentas aconteceram com o uso de arma de fogo, sendo 94,62% homens e 5,38% mulheres.

Em entrevista ao GP1 o secretário Fábio breu explicou que a apresentação tem como objetivo também orientar os comandantes de unidades policiais na capital para os locais que precisam de maior policiamento. “Não é uma reunião apenas de apresentação desses dois índices, e sim de vários dados que vão estar contidos a esses comandantes e algumas estratégias, pelo menos linhas de ações para esses comandantes a partir de então iniciar 2020 com essas perspectivas e objetivos”, disse.

Inquéritos policiais

O delegado geral da Polícia Civil do Piauí, Luccy Keiko, disse que os resultados são positivos na conclusão de inquéritos policiais no estado.

“Nós aumentamos 15% o número de inquéritos policiais de 2019 relacionado a 2018, e em consequência tivemos uma redução da criminalidade, essa produtividade foi iniciada ano passado e está sendo aperfeiçoada. Então a tendência é que nós estabelecemos mais parâmetros de produtividade, a apreensão de arma de fogo, conclusão de inquéritos com indiciamento, mandados de prisão cumpridos, são alguns parâmetros que estamos estudando para incrementar essa avaliação de produtividade”, destacou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.