GP1

Piauí

Operação Ensure: Sejus apreendeu celulares e maconha nos presídios

O secretário Carlos Edilson afirmou que todos os aparelhos celulares que estavam em posse dos presos na penitenciária Prof. José Ribamar Leite e na Casa de Custódia foram retirados dos locais

A Operação Ensure, realizada pela Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus), encerrou na última sexta-feira (3). O objetivo da operação foi assegurar durante as festividades de final de ano que nenhuma unidade prisional tivesse rebelião.

Em entrevista ao GP1, o secretário de Justiça da Sejus, Carlos Edilson, contou que o objetivo da operação foi atingido. “Conseguimos retirar das unidades prisionais diversos aparelhos de celulares e várias porções de maconha. Através dessa operação conseguimos também descobrir a forma que os celulares e outros objetos ilícitos chegavam até os presos”, contou o secretário Carlos Edilson.

  • Foto: Alef Leão/GP1Carlos Edilson, secretário de JustiçaCarlos Edilson, secretário de Justiça

“Pessoas normais iam para as proximidades penitenciárias, arremessavam os celulares e outros objetos ilícitos para dentro da unidade, apesar de ter uma tela, os celulares conseguiam passar, agora colocamos uma segunda tela por cima do pavilhão para evitar tal ação”, complementou o secretário.

  • Foto: Divulgação/SejusOperação Ensure Operação Ensure

O secretário Carlos Edilson finalizou afirmando que todos os aparelhos celulares que estavam em posse dos presos na penitenciária Prof. José Ribamar Leite e na Casa de Custódia foram retirados dos locais. “A Polícia Civil do Piauí possui um aparelho que detecta sinais de celulares e na última vistoria, na sexta-feira (3) esse aparelho não detectou nenhum celular nas penitenciarias”, finalizou o secretário de Justiça.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.