GP1

Picos - Piauí

Acusado de matar jovem de 27 anos em Picos é preso pela Polícia Civil

O suspeito do crime foi preso no município de Ipiranga do Piauí, no final da manhã desta quinta-feira.

Os policiais da Delegacia de Homicídios, Tráfico de Drogas e Latrocínio (DHTL) de Picos prenderam no final da manhã desta quinta-feira (29) um homem acusado de assassinar o jovem Artur da Silva Batista, 27 anos, com várias facadas na madrugada do último domingo (25), no bairro Papelão.

De acordo com o delegado Rodrigo Moraes, as investigações sobre o caso avançaram logo após o fato criminoso, evidenciando a identificação do suspeito, que foi localizado no município de Ipiranga do Piauí, nesta manhã.

Em posse do mandado de prisão preventiva expedido pelo Pode Judiciário, a DHTL, em conjunto com a Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Picos, com o apoio da Polícia Militar, conseguiu capturar o alvo e o encaminhou para a cidade de Picos, onde será ouvido.

A Polícia Civil vai conceder, logo mais, às 15h, uma entrevista coletiva para relatar mais detalhes da investigação que culminou com a prisão do indivíduo.

Entenda o caso

Um homem identificado como Artur da Silva Batista foi morto com várias facadas na madrugada desse domingo (25) durante uma briga generalizada no bairro Papelão, em Picos. Três pessoas apontadas por envolvimento na morte chegaram a ser encaminhadas para a delegacia de Polícia Civil, no entanto, foram liberadas por ausência de provas.

Segundo relatos de testemunhas à Polícia Militar, a vítima estava em uma festa de aniversário, quando tentou separar um briga e acabou sendo cercada por três pessoas, que passaram a agredi-la. Artur sofreu várias agressões físicas, inclusive, sendo esfaqueado, indo a óbito.

Foto: Reprodução/WhatsappArtur da Silva Batista
Artur da Silva Batista

De acordo com as informações do 4º Batalhão da Polícia Militar do Piauí, a equipe foi acionada para atender a ocorrência de uma briga generalizada e quando chegou no local encontrou Artur da Silva morto com várias perfurações de faca. Familiares fizeram um protesto já no início da semana, reivindicando Justiça a fim de que a morte do jovem não caísse no esquecimento.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.