GP1

Teresina - Piauí

Servidor aposentado da Cepisa desaparece e DHPP investiga o caso

William Gonçalves, de 66 anos, é economista e foi visto pela última vez no dia 04 de agosto.

O Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa – DHPP – iniciou investigações para apurar o desaparecimento de um servidor aposentado da Cepisa e economista, identificado como William Gonçalves, de 66 anos, que foi visto pela última vez no dia 04 de agosto, na zona norte de Teresina, e desde então não há novas informações sobre seu paradeiro.

Os filhos de William Gonçalves resolveram procurar a Polícia Civil no domingo, dia 15 de agosto, dando conta que o último contato que tiveram com o pai, que mora sozinho na Nova Teresina, ocorreu na quinta-feira, dia 04. Depois disso, os familiares perceberam que William Gonçalves deixou de atender ligações e, por esse motivo, procuraram a polícia para registrar o Boletim de Ocorrência.

Foto: Reprodução/WhatsAppWilliam Gonçalves, 66 anos
William Gonçalves, 66 anos

William Gonçalves aderiu ao plano de demissão voluntária da Cepisa, onde trabalhou por mais de 20 anos. Nos últimos anos, passou a sofrer com dependência química, fato que o afastou do seio familiar, fazendo com que seu ciclo de convivência com demais membros da família fosse bastante restrito.

De posse das informações repassadas por seus filhos ao Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa, os investigadores iniciaram um levantamento dos últimos passos percorridos pelo economista de 66 anos, em busca de informações quem levem ao paradeiro de William Gonçalves.

Informações que possam auxiliar a Polícia Civil podem ser encaminhadas de forma anônima, através do telefone 181 do DHPP.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.