GP1

Teresina - Piauí

Jornalista Valdamir Alvarenga morre vítima de câncer em Teresina

O velório de Valdamir Alvarenga aconteceu, na manhã desta sexta (10), em Campo Maior, sua terra natal.

Morreu, na noite desta quinta-feira (09), em Teresina, a jornalista Valdamir Alvarenga após complicações de câncer e da Síndrome de Guilain-Barré. Ela estava internada no Hospital Universitário da UFPI (HU-UFPI).

O velório de Valdamir Alvarenga aconteceu, na manhã desta sexta-feira (10), em Campo Maior, sua terra natal. O sepultamento ocorreu às 11h.

Valdamir deixou 4 filhos, um deles, Ciro Alvarenga, postou no dia 17 de agosto, uma foto com a mãe no HU que mostra ela vendo o sol depois de muito tempo, como ele destacou na legenda. “Hoje foi um dia muito especial para mim e para todos que acompanham a história da minha mãe. Ver ela vendo o sol depois de muito tempo e a alegria dela por esse momento já me faz uma pessoa bem mais feliz e humana”, escreveu.

O ex-prefeito de Campo Maior, Professor Ribinha, lamentou a morte da ex-assessora e amiga em sua página no Instagram. “Tive o prazer de trabalhar com ela quando secretário de Educação e também quando fui prefeito de Campo Maior. Mulher de lutas, dedicação e de superações. Lamento profundamente sua partida”, destacou.

Valdamir era natural de Campo Maior e formou-se em Jornalismo pela Universidade Federal do Piauí. Ela trabalhou em vários veículos de comunicação, tendo atuado nas assessorias da Prefeitura de Campo Maior e do Governo do Estado.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.