GP1

Teresina - Piauí

Alepi vai realizar nova eleição para preencher vagas na Mesa Diretora

"Vai acontecer essa nova eleição para os membros da mesa no final de outubro”, disse Themístocles.

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) está com dois espaços vagos, a primeira vice-presidência deixada pela ex-deputada Flora Izabel que foi eleita conselheira do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI) e a quarta vice-presidência da Casa, antes preenchida pelo deputado B. Sá Filho (Progressistas) que precisou renunciar por ser advogado e não ser compatível com estatuto da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

Em entrevista à imprensa nessa segunda-feira (20), o presidente da Assembleia deputado Themístocles Filho (MDB), explicou que será realizada uma nova eleição para definir outros membros no final do próximo mês. “A mesa tem dois cargos vagos, vai acontecer essa nova eleição para os membros da mesa no final de outubro”, explicou o presidente da Alepi a imprensa.

Foto: Lucas Dias/GP1Themístocles Filho
Themístocles Filho

“A mesa tem dois cargos vagos, vai acontecer essa nova eleição para os membros da mesa no final de outubro”, explicou o presidente da Alepi a imprensa.

Favoritos

Conforme apurado por nossa reportagem, o Partido dos Trabalhadores continuará postulando a primeira vice-presidência e os nomes dos parlamentares petistas: Franzé Silva, Francisco Limma e Francisco Costa, estão de olho no cargo.

Secretaria geral

O GP1 também conversou com o secretário-geral da Mesa Diretora da Alepi, advogado Emanuelito Costa. Ele explicou que logo que assumiu há mais de um ano, B. Sá precisou deixar 4ª vice-presidência por ser incompatível o espaço, com o estatuto da OAB.

O secretário lembrou que na época chegou a ser citado o nome da deputada Lucy Soares (Progressistas) para a vaga, mas para ser efetivada, é necessário a realização de eleição para oficializar os futuros novos membros.

O deputado [B. Sá Filho] renunciou por ser advogado e o cargo não é compatível com o estatuto da OAB. Ele foi eleito e logo em seguida renunciou. A deputada Lucy não entrou, tem que ocorrer votação, mesmo que haja algum acordo. Da mesma forma vai ocorrer com o cargo que era da ex-deputada Flora. Com isso a 1ª e a 4ª vice-presidências estão vagas”, finalizou Emanuelito ao GP1 nesta terça-feira (21).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.